Secretário critica politica armamentista de Bolsonaro: ‘Armar população não diminui violência’

O secretário de Estado da Segurança e da Defesa Social, Jean Nunes, criticou nesta quarta-feira (13) a politica armamentista do governo de Jair Bolsonaro. Nunes disse não concordar com a tese de que armando a população a segurança nos estados brasileiros está garantida.

“A gente não tem a compreensão que armando a população a gente vai trazer mais segurança para todos. Essa política armamentista do governo federal, na nossa ótica, é a assunção da incompetência de poder apoiar nos estados um combate mais forte da criminalidade. É assumir também a incompetência de que não consegue também controlar problemas de fronteira, como contrabando de armas ilegais”, comentou.

Para Jean Nunes, a segurança pública deve, sim, ser garantida pelo Poder Público e órgãos competentes. “Quem, de fasto, tem que prover a segurança pública no país é o governo federal, estados e municípios. E não delegar essa missão para o particular e a população”, disse.

Segundo ele, estudos da ONU comprovam que armando a população não houve diminuição de violência nem de criminalidade: “Pelo contrário, teve aumento no número de mortes, são estudos confiáveis”, ressaltou.

O secretário lembrou que a polícia e os órgãos de segurança do Estado tem tirado de circulação várias arma




Paraíba registra queda de 65% no número de ataques a bancos em relação ao ano passado

 

A Paraíba registrou uma queda de 65% em ataques a instituições bancárias em um ano. Pesquisa divulgada esta semana pela Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social revela que de janeiro a agosto de 2020 foram registradas nove ocorrências de ataques a bancos enquanto que em 2019 foram 26 ataques no mesmo período.

Para o secretário da Segurança e Defesa Social, Jean Nunes, o resultado representa o empenho dos policiais que estão na ponta e de todos os servidores das forças de segurança do Estado. “Estamos vivendo um momento de mudanças e, ao mesmo tempo, de união de forças na área da segurança na Paraíba. Temos feito um trabalho que une as Polícias Civil e Militar e o Corpo de Bombeiros Militar para garantir mais segurança à população. Todos os servidores, desde o planejamento até aqueles que vão para as ruas em uma operação policial estão de parabéns pelos resultados alcançados”, destacou.

Esse resultado é apenas uma parte da pesquisa elaborada pelo Núcleo de Estatística da Secretaria de Segurança. A análise de outros números revela que a redução nos ataques a bancos não é apenas pontual, mas vem acontecendo ao longo dos anos.

“A redução acumulada de 2016 até agora chega a 88%, o que aponta que estamos no caminho certo. A Paraíba está no caminho certo. Estamos unindo as forças de segurança em prol da sociedade, como fizemos com a força-tarefa em Catolé do Rocha e agora para combater os crimes contra instituições financeiras. É um processo lento, mas que apresenta bons indicadores”, concluiu o secretário.

www.reporteriedoferreira.com.br