Condenado por estupro coletivo em Queimadas é morto com vários tiros

Foto: divulgação/Polícia Civil

Foi assassinado na madrugada desse domingo (20) um dos homens condenados pelo estupro coletivo que ficou conhecido como “Barbárie de Queimadas”. Jacó Sousa estava em uma barraca de espetinho, bebendo com os amigos, quando foi surpreendidos por homens armados e morto a tiros.

A polícia trabalha com duas hipóteses: vingança ou algum problema registrado nos oito anos que ele permaneceu preso. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas apenas constatou o óbito.

O estupro de cinco mulheres e assassinato de uma delas, em Queimadas, aconteceu em 2012. Jacó foi um dos condenados. Da pena de 30 anos, ele cumpriu oito no presídio de Segurança Máxima PB1, em João Pessoa, e estava em liberdade condicional há dois meses quando retornou à Queimadas.

A polícia investiga o caso.

www.reporteriedoferreira.com.br




Bandidos explodem agência bancária em Aparecida, Travesti é morto com nove tiros em Bayeux

Bandidos explodem agência bancária na Paraíba

Os suspeitos explodiram a agência, porém fugiram sem levar nada, pois não havia dinheiro no banco.

Não foi informado quantos suspeitos participaram do crime. (Foto: Reprodução)

Bandidos explodiram na madrugada desta terça-feira (7), uma agência bancária, na cidade de Aparecida, na Paraíba. A Polícia  informou que o crime aconteceu por volta das 2h.

Os suspeitos explodiram a agência, porém fugiram sem levar nada, pois não havia dinheiro no banco.

Não foi informado quantos suspeitos participaram do crime. Eles fugiram em um carro preto, logo após explodirem a agência. Até o momento, ninguém foi preso.

Travesti é morto com nove tiros em Bayeux

A Polícia  informou que a vítima estava bebendo com uma amiga.

A Polícia Civil acredita que o crime tenha sido motivado por causa de tráfico de drogas. (Foto: ignorado

Uma travesti de 27 anos foi assassinada com novr tiros, na noite desta segunda-feira (6), no bairro São Bento, em Bayeux, na Grande João Pessoa. A Polícia Militar informou que a vítima estava bebendo com uma amiga.

Quando a amiga foi ao banheiro, a travesti foi surpreendida por um grupo que chegou no local atirando. Ela morreu ainda no local.

A Polícia Civil acredita que o crime tenha sido motivado por causa de tráfico de drogas. Até o momento, ninguém foi preso.