Ronaldinho Gaúcho paga fiança e deixa prisão no Paraguai

Ronaldinho Gaúcho deixou a cadeia no Paraguai na noite desta terça (7) após pagar fiança — Foto: Jorge Saenz/AP

Ronaldinho Gaúcho deixou a cadeia no Paraguai na noite desta terça (7) após pagar fiança — Foto: Jorge Saenz/AP

Um juiz do Paraguai concedeu nesta terça-feira (7) prisão domiciliar ao ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e ao irmão, Assis Moreira. Os dois respondem por entrarem no país com documentos paraguaios adulterados e estavam detidos havia mais de um mês.

Eles pagaram uma fiança de US$ 1,6 milhão de dólares (cerca de R$ 8,4 milhões) e ficarão hospedados em um hotel no centro de Assunção. Os irmãos estão proibidos de deixar o país.

De acordo com o juiz Gustavo Amarilla, os responsáveis pelo hotel autorizaram que a prisão dos dois brasileiros fosse cumprida no local.

O jornal paraguaio “ABC Color” informa que Ronaldinho e Assis vão ficar em quartos diferentes.

Ronaldinho e Assis estavam desde o dia 6 de março presos na Agrupación Especializada, quartel da Polícia Nacional do Paraguai transformado em cadeia de segurança máxima.

Prisão no Paraguai

Ronaldinho e Assis estão detidos desde 6 de março, após entrarem no Paraguai com documentos paraguaios adulterados. Outras três pessoas foram presas, inclusive o empresário brasileiro Wilmondes Sousa, acusado de fornecer os passaportes aos irmãos.

De acordo com o promotor paraguaio Federico Delfino, existia um processo de naturalização no Paraguai aberto para Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Assis Moreira. Segundo ele, o procedimento corria à revelia dos dois brasileiros.

Ainda segundo Delfino, o esquema também envolve um funcionário público paraguaio, que teria apresentado uma série de documentos à Direção de Migração do Paraguai para naturalizar os dois irmãos.

Ao envolver órgãos oficiais paraguaios, o caso se ampliou no país. Em 5 de março, o diretor geral da Direção de Migrações, Alexis Penayo, pediu demissão do cargo e criticou o Ministério do Interior pela demora na resolução do caso envolvendo Ronaldinho Gaúcho.

CASO RONALDINHO GAÚCHO NO PARAGUAI

  • O que se sabe e o que falta saber no caso dos passaportes paraguaios

  • Ronaldinho Gaúcho é detido por suspeita de uso de passaporte falso no Paraguai

  • MP do Paraguai diz que número do passaporte de Ronaldinho pertence a uma mulher

  • MP do Paraguai não vai acusar formalmente Ronaldinho Gaúcho e irmão após os dois admitirem erro

  • Juiz determina que Ronaldinho Gaúche continue no processo sobre passaporte adulterado

  • Ronaldinho Gaúcho e irmão são detidos no Paraguai no caso dos passaportes falsificados

  • Ronaldinho Gaúcho e Assis depõem em nova audiência no Paraguai em caso de passaportes falsos

  • Justiça paraguaia cometeu abuso de autoridade ao algemar Ronaldinho Gaúcho
    www.reporteriedoferreira.com.br / G1




Irmão de prefeita é assassinado a tiros, acidente na BR-101 deixa três pessoas feridas

Irmão de prefeita é morto a tiros no interior da Paraíba

Segundo informações, dois homens em uma moto Honda Bross de cor preta, abordaram a vítima (Tiquinho) no momento que ele chegava em sua residência, que fica no centro da cidade de Santa Inês (sua terra natal e onde ele residia).

Testemunhas informaram que as cenas foram de execução e que após o crime, os autores fugiram com destino ignorado.

Tiquinho morava com sua esposa, a professora diamantense Vera Lúcia Eduardo, com quem tinha duas filhas Vívian e Cinthia.

Tico de Carmelita conhecido popularmente pela população diamantense, foi vereador por um mandato no município de Diamante, entre os anos de 1997 a 2000.

A Polícia Militar do Destacamento de Santa Inês isolou o local do crime e aguarda a chegada do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) do Instituto de Polícia Criminalista (IPC) da Paraíba para a remoção do corpo. O motivo do crime que choca as duas pequenas cidades sertanejas é desconhecido.

Acidente na BR-101 deixa três pessoas feridas; PRF prende motorista

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na tarde deste domingo (15) um motorista com sintomas de embriaguez flagrado trafegando na contramão. A ação do suspeito causou um acidente que deixou feridos e prejuízo material.

O acidente aconteceu na BR 101, km 105, no município de Alhandra, por volta das 16h. O veículo GM Classic seguia pela rodovia sentido João Pessoa para Recife quando foi surpreendido por um veículo VW Gol trafegando na contramão da direção.

Para não colidir frontalmente com o automóvel que seguia na contramão, o motorista tentou desviar e perdeu o controle da direção, saindo da pista e capotando o veículo. O motorista, um homem de 40 anos, foi socorrido pelo Samu para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa com lesões leves.

O motorista causador do acidente, um homem de 56 anos, continuou dirigindo pela contramão na rodovia, sendo abordado pela PRF poucos quilômetros após o acidente. Durante a abordagem, foi constatado através do teste de etilômetro que o condutor estava dirigindo sob efeito de álcool, sendo detido e conduzido à Polícia Civil.

A PRF havia recebido denúncias de pessoas que flagraram o motorista dirigindo pela contramão e estava realizando rondas para localiza-lo. Quando a equipe conseguiu aborda-lo foi informada por populares que havia acontecido um acidente a cerca de um quilômetro.

www.reporteiedoferreira.com.br