BESSA GRILL
Início » Política » Ex-prefeito de Patos, Rivaldo Medeiros, morre aos 81 anos

Ex-prefeito de Patos, Rivaldo Medeiros, morre aos 81 anos

Há dois anos ele convivia com a doença de Alzheimer e recentemente apresentava sinais de pneumonia.

28/01/2013 16:23

O médico e ex-prefeito de Patos, Rivaldo Medeiros faleceu no final da manhã desta segunda-feira (28), no Hospital Português, em Recife/PE, após complicações no seu Estado de saúde. Há dois anos ele convivia com a doença de Alzheimer e recentemente apresentava sinais de pneumonia.

Ele ainda permaneceu internado no Hospital São Francisco, em Patos, por três dias. O diretor da casa hospitalar, Francisco de Assis Alves revelou que ao dar entrada, o ex-gestor apresentava um quadro de desidratação, além de tosse e secreção brônquica.

Rivaldo Nóbrega Medeiros é natural de Patos e faleceu aos 81 anos. Profissionalmente, atuou como médico e no campo político foi Deputado Federal e Prefeito. Grande líder político, fez com que a sua esposa, Geralda Medeiros fosse eleita deputada estadual e também prefeita de Patos.

O horário do translado e do sepultamento ainda não foram informados pela família. Conheça um pouco mais da história política de Rivaldo Medeiros, por Genival Júnior

O médico Rivaldo Medeiros, que também chegou à Câmara Federal em 1990, venceu as eleições em 1982, com 54,15% dos votos, obtendo 11.651 votos, contra 9.767 de José Carlos Candeia Pereira, que saiu candidato pelo PDS, e obteve 45,39% dos sufrágios.

Rivaldo foi eleito por conta da sublegenda, que na prática era a soma dos votos obtidos por dois ou até três candidatos de um mesmo partido, que somava a favor do mais votado.

Ele foi beneficiado pelos mais de 4.300 votos que recebeu de Adão Eulâmpio da Silva, também candidato pelo PMDB. Naquele ano, também disputou a eleição a petista Climídia Nunes Bezerra, primeira candidatura ao executivo pelo PT patoense, que obteve 98 votos, ou 0,46%. Votavam em Patos naquela eleição, 31.831 eleitores.

Mais Patos