BESSA GRILL
Início » Política » Vereadora revela ter sido coagida por Nôquinha a assinar documentos para derrubar mesa de Kita, na Câmara de Bayeux

Vereadora revela ter sido coagida por Nôquinha a assinar documentos para derrubar mesa de Kita, na Câmara de Bayeux

11/12/2018 14:00
 
Um vídeo bombástico foi divulgado pela vereadora França, da cidade de Bayeux, no início da noite desta segunda-feira (10).
 
Segundo a parlamentar, ela foi chamada para uma reunião no gabinete do prefeito interino, Nôquinha, onde foi coagida a assinar documentos que teriam por finalidade anular a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal para o biênio 2019-2020, tendo o vereador Jefferson Kita como presidente.
 
O ato favoreceria Nôquinha, que estaria armando uma série de situações no plenário da Casa Severaque Dionísio para que, reeleito presidente do parlamento a partir da consumação do golpe, retornaria à cadeira de prefeito interino, barrando a cassação de Berg Lima e permanecendo no cargo até o final de 2020.
 
“Fui convidada pelo prefeito Nôquinha para participar de uma reunião no gabinete, onde estavam o vereador Zé Baixinho, o assessor do vereador Betinho (Fernando). Fui indagada a assinar documentos que derrubariam a mesa do presidente Kita. Eu estou indignada, pois não compactuo com atos de covardia, tenho honra em poder dizer que sou a favor das eleições diretas para que o povo de Bayeux tenha sua dignidade”, disse França, no vídeo.
 
A parlamentar também lamentou ver “pessoas que querem o mal” de Bayeux e prometeu que não deixará a situação que vivenciou nesta tarde impune.
 
Estou muito triste em ver o quanto tem pessoas que querem o mal da minha cidade. Não deixarei isto em branco. Fui coagida, vou procurar o Ministério Público ou o que quer que seja para que este golpe não se concretize”, finalizou.
 
www.reporteriedoferreira.com.br/newsparaíba
Tags: