BESSA GRILL
Início » Política » Veneziano se diz preparado para enfrentar Cássio, mas não crê em postulação do tucano

Veneziano se diz preparado para enfrentar Cássio, mas não crê em postulação do tucano

Na ocasião, pré-candidato também criticou a gestão atual, utilizando exemplos como o caos na saúde e educação.

19/12/2013 17:28

.

Durante entrevista, no programa “Debate Sem Censura”, da Rádio Sanhauá, Veneziano Vital do Rego – pré-candidato do PMDB ao Governo no Estado – disse que não está intimidado com seus adversários de campanha, pois tem pesquisado sobre as principais deficiências dos cidadãos e do funcionalismo público do Estado, desde fevereiro, quando disponibilizou seu nome para representar o PMDB nas próximas eleições.

Ainda de acordo com Veneziano, enfrentar Cássio Cunha Lima também não seria um problema. Porém, logo afirmou que não acredita que o senador será, de fato, candidato – devido a problemas jurídicos que poderiam impossibilitar sua candidatura. Além da existência do acordo, realizado em 2010, entre Cássio e Ricardo Coutinho, em que aquele referendou o nome deste para a posição de Governador da Paraíba.

Na ocasião, o pré-candidato também criticou a gestão de Ricardo Coutinho, utilizando-se de exemplos como o caos na saúde e educação, como também o agravamento da violência no Estado, que tem apavorado os paraibanos. Ele afirmou que o Governo tem mostrado uma realidade criada, com dados equivocados e mais amenos, para a população.

Na ocasião, pré-candidato também criticou a gestão atual, utilizando exemplos como o caos na saúde e educação.

Durante entrevista, no programa “Debate Sem Censura”, da Rádio Sanhauá, Veneziano Vital do Rego – pré-candidato do PMDB ao Governo no Estado – disse que não está intimidado com seus adversários de campanha, pois tem pesquisado sobre as principais deficiências dos cidadãos e do funcionalismo público do Estado, desde fevereiro, quando disponibilizou seu nome para representar o PMDB nas próximas eleições.

Ainda de acordo com Veneziano, enfrentar Cássio Cunha Lima também não seria um problema. Porém, logo afirmou que não acredita que o senador será, de fato, candidato – devido a problemas jurídicos que poderiam impossibilitar sua candidatura. Além da existência do acordo, realizado em 2010, entre Cássio e Ricardo Coutinho, em que aquele referendou o nome deste para a posição de Governador da Paraíba.

Na ocasião, o pré-candidato também criticou a gestão de Ricardo Coutinho, utilizando-se de exemplos como o caos na saúde e educação, como também o agravamento da violência no Estado, que tem apavorado os paraibanos. Ele afirmou que o Governo tem mostrado uma realidade criada, com dados equivocados e mais amenos, para a população.