BESSA GRILL
Início » Destaque » Secretário garante o pagamento em dia do 13º do Estado; “recursos já provisionados’

Secretário garante o pagamento em dia do 13º do Estado; “recursos já provisionados’

30/10/2015 00:06

A forte recessão econômica que assola o País tem tirado a tranquilidade dos gestores públicos e, consequentemente, da população. Além das dificuldades enfrentadas para investir ou sequerconseguir honrar os compromissos do mês, os paraibanos sofrem com as incertezas que só uma grande crise econômica pode gerar.

O problema é tão sério que o simples boato sobre o atraso no pagamento do décimo salário é capaz de deixar muitas pessoas sem conseguir dormir. E se a informação é relacionada à folha de pagamentos do Governo do Estado, uma das principais fontes de renda na Paraíba, o medo é ainda maior.
Questionado sobre isso nesta quinta-feira (29), o secretário de Estado de Planejamento, Orçamento, Gestão e Finanças, Tárcio Pessoa, garantiu que os recursos para o pagamento de todas as folhas salariais até o final deste ano já estão assegurados. Em entrevista à Rádio Correio FM, o gestor afirmou que, “apesar de muito arrocho, e dificuldade”, o Governo irá honrar os seus compromissos com os servidores e fornecedores.“Apesar de estarmos na maior crise econômica e política dos últimos 25 anos, o Estado da Paraíba garante o pagamento em dia, e dentro do mês trabalhado até o final do ano.
Estamos pagando [a folha de outubro] hoje e amanhã; novembro vamos pagar dentro do mês, dezembro também, e o 13º se quisermos pagar hoje, já temos recursos provisionados para isso”, garantiu.O secretário também negou a informação de que fornecedores do Governo do Estado estariam com o recebimento dos respectivos pagamentos atrasados. “Estamos mantendo os compromissos, há pontualmente um atraso ou outro por questões operacionais na liquidação de pagamentos. Mas, no contexto estamos mantendo a capacidade de pagamento do Estado, apesar dessa crise”, disse.Ainda segundo Tárcio Pessoa, o Estado iniciou o ano de 2015 com a perspectiva de retração de 0,75% no Produto Interno Bruto (PIB), porém, irá fechar o exercício financeiro com – 3,5%.
Já 2016 se iniciará com previsão de retração de 1,16%. “Se continuar com essa crise econômica e política, só Deus sabe onde irá parar o comportamento da economia no País”, alertou o secretário.Por fim, o secretário de Planejamento afirmou que ao final de 2015 teremos o pior cenário econômico dos últimos 25 anos no País.
Em relação ao Estado, ele afirmou que o Governo registrou uma queda brutal na receita oriunda da arrecadação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).“Se pegarmos ai nos últimos 25 anos o comportamento das receitas no Estado da Paraíba, nos observaremos em 2015 o pior comportamento. Para se ter ideia, em relação ao ano passado, a nossa perspectiva de crescimento para este ano é em torno de 3% a 2,8%, jamais tivemos um crescimento menor de 6% em relação ao exercício financeiro anterior”, concluiu o secretário.www.reporteriedoferreira.com