BESSA GRILL
Início » Política » Ricardo se diz vítima de conspiração da Globo e diz que objetivo é atingir PSB

Ricardo se diz vítima de conspiração da Globo e diz que objetivo é atingir PSB

Ricardo prometeu processar todos que disseram que ele foi indiciado

22/07/2013 18:05

O governador Ricardo Coutinho (PSB) usou a tática de atacar para se defender da acusação de ter desviado dinheiro da implantação do Jampa Digital para sua campanha, de acordo com inquérito da Polícia Federal divulgado pelo Jornal Nacional da rede Globo. Entre os alvos, o mais atacado foi o empresário Eduardo Carlos, do Sistema Paraíba de Comunicação. Ricardo disse ainda que não foi o responsável pela contratação do manqueteiro Duda Mendonça.

“Quem me conhece sabe que não fujo dos debates, nem de acusações mentirosas. Desde o primeiro dia de gestão, existe uma campanha cerrada contra meu governo feita pelo Sistema Paraíba, que capitaneado por Eduardo Carlos distorce ou mente as coisas contra meu governo, tem sido uma constante isso”, declarou o governador.

Antes de falar sobre o caso especifico do Jampa Digital, Ricardo seguiu com forte criticas a TV Cabo Branco e Paraíba, filiadas da Globo na Paraíba, e ao Sistema Paraíba como um todo.

“Se alguém pegar a primeira página do jornal do senhor Eduardo Carlos, vai ver a quantidade de mentiras contra meu governo. Cabe a mim, e ao meu governo, lutar para que a verdade se reestabeleça”, declarou.

Ricardo disse, que apesar de ser citado no caso, não teve acesso ao inquérito, mas a rede Globo teve. Ele negou que tenha sido indiciado no caso e prometeu processar os jornalistas e demais pessoas que afirmaram isso.

“Não fui indiciado. Em nenhum momento, nenhum depoente toca no nome Ricardo Coutinho. Isso é muito grave”, disse o governador acrescentado que a exploração do caso é coisa de “gente retrograda, dos porões, que estavam acostumados com as mamatas”, afirmou.

O governador garantiu ainda que a única vez que seu nome é citado no inquérito foi por conta de uma suposição do delegado, que disse que o vice-governador Rômulo Gouveia ao dizer que não participou da contratação de Duda Mendonça, deu a entender que foi Ricardo quem contratou.

Ricardo disse que quem contratou o marqueteiro foi o jornalista Nonato Bandeira, que foi o coordenador de sua campanha em 2010. “E não tem nada demais nisso, ou não pode contratar Duda Mendonça, ou será que Marta Suplicy por que é do PT pode contratar Duda Mendonça e eu não posso por que sou governador do PSB”, indagou.

O governador ainda disse que o objetivo das matérias é desviar a atenção de escândalos que acontece Brasil a fora e tentar atingir o PSB nacionalmente.

Sobre a Polícia Federal, ele disse que respeita o delegado do caso, Felipe Alcântara, mas discorda da forma como foi conduzido o inquérito.

Redação com Wscom