BESSA GRILL
Início » Cidades » Resgate das tradições,valorização das produções culturais durante festa de São Sebastião alegrou população de Alhandra

Resgate das tradições,valorização das produções culturais durante festa de São Sebastião alegrou população de Alhandra

População elogiou a programação do evento e o prefeito, Marcelo Rodrigues, garantiu manter a tradição da festa que movimenta a cidade em janeiro

21/01/2013 15:46

A valorização das tradições culturais foi, nesta segunda-feira (21), depois do encerramento da festa de São Sebastão de Alhandra, o assunto mais comentado do dia nas rodas sociais em toda parte da cidade. Isto porque, diferente do que vinha sendo feito em anos anteriores, esta edição da festa de São Sebastião contou com uma forte programação cultural resgatada pela nova gestão municipal, personalizada na figura do prefeito, Marcelo Rodrigues (PMDB), que fez questão incluir na celebração as tradicionais brincadeiras de rua e dar visibilidade aos grupos folclóricos e bandas musicais da própria cidade. O resultado disso tudo, para o secretário de Cultura de Alhandra, José Mizael da Silva, foi uma festa de sucesso, com base na família e que arrastou mais de cinco mil pessoas no sábado (19) e domingo (20), dias de realização do evento.

No primeiro dia da festa, que aconteceu na praça do bairro de Oitizeiro, onde se localizaram os parques e barracas da comemoração há mais de 40 anos, o público chegou a mais de cinco mil pessoas. “Nesta época sempre recebemos gente de todo o litoral sul da Paraíba, de João Pessoa e também de cidades próximas a Goiana, que já conhecem a festa, que foi um sucesso. No final tivemos a população satisfeita com a programação e com a organização do evento”, disse o secretário de Cultura, Mizael da Silva, destacando que a cidade preprarou uma estrututura condizente com o evento. “Além das barracas de comidas típicas, também tivemos parques para as crianças e uma tenda com enfermeiros e uma ambulância para fazer o atendiento emergencial das pessoas caso fosse preciso”, ressaltou o secretário.

A programação do sábado (19) teve início à noite com a apresentação de um grupo de maracatu de Alhandra, Pantera Nova, e se estendeu até a madrugada do domingo com a apresentação das bandas de forró de Alhandra Forró Pega e Não se Apega Forró da Massa,além da banda Forró Bakana, de João Pessoa. Já no domingo (20), a Festa de São Sebastião começou às 13h com as brincadeiras folclóricas e diversas competições de rua como o quebra panela, corrida de saco, pau de sebo, dentre outras. Na ocasião, foi feita a entrega de bonecas e carrinhos aos vencedores das brincadeiras. Na competição do pau de sebo, o vencedor recebeu R$ 200,00. A noite do domingo foi animada pelas apresentações do grupo de capoeira de Alhandra, Birimbau Dourado, do Mestre Coloral, seguido pelos shows das bandas Geração Forró da Xeta, de João Pessoa, e o DJ Silvio, de Alhandra.

Nesta segunda-feira (21), o prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues, foi abordado por diversas pessoas que elogiaram a organização, a limpeza e a progranação cultural do evento. “Por toda parte que eu passei não apenas na cidade, mas também na zona rural, onde estive logo cedo, as pessoas elogiaram a organização, a coleta de lixo e também o resgate das tradições culturais do evento”, disse o prefeito satisfeito com a resposta do público. Para ele, que visitou a família idealizadora da reverência ao santo no sábado e abriu o evento no domingo lembrando que desde criança participa da festa, a celebração é um projeto que todas as gestões municipais devem apoiar com a devida atenção que ela merece. “Este é um projeto que devemos guardar e levar à frente com carinho, pois ele faz parte da história da cidade e, naturalmente, já foi incorporado ao calendário cultural da cidade”, frisou o gestor.

Marcelo lembrou ainda que este ano a prefeitura apoiou o evento mesmo com menos de um mês de gestão e com todas as dificuldades encontradas. “Fizemos um grande esforço para realizar essa festa em pouquíssimo tempo, mas a força de vontade o compromisso com a cidade nos inspirou a superar esse desafio e no final tudo deu certo e a população ficou feliz”, explicou Marcelo, garantindo melhor e maior estrutura no ano que vem, inclusive porque, além da festa que alegra, a celebração também tem uma conotação econômica para o município, já que gera renda para as pessoas que montam barracas. Segundo Mizael da Silva, semanas antes do evento foi feita um cadastro das pessoas que venderam comidas e bebidas nas barracas durante a festa. Estima-se que cada barraqueiro obteve, em média, um salário mínimo com suas vendas. “Esta é uma renda importante para a população e acredito que existem baraqueiros que conseguiram até mais que um salário mínimo”, finalizou Mizael.

 Parte religiosa

Já a comemoração religiosa da Festa de São Sebastião, conduzida pela Paróquia Nossa Senhora da Assunção, sob o comando do pároco Jairo, teve início no dia 11 de janeiro com o Novenário, seguiu com a realização de missas diárias que aconteceram até este domingo (20) quando foi realizada a tradicional procissão, com saída da Igreja Matriz, às 18h, em direção ao Oiteiro de Cima.

Assessoria