BESSA GRILL
Início » Nacionais » Renan atende Levy e segura reajuste do Judiciário

Renan atende Levy e segura reajuste do Judiciário

12/06/2015 22:40

 

ministro leviO presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), voltou de sua viagem oficial à Rússia disposto a bater um pouco menos no governo.

Ontem, assim que chegou ao Senado depois da viagem, recebeu um telefonema do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, pedindo que adiasse a votação do projeto de reajuste do Judiciário, aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado no dia 20.

Renan concordou e adiou a votação para o dia 30.

Logo depois de Levy, ainda na noite de ontem, foi a vez do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, telefonar para o presidente do Senado com o mesmo pedido.

Levy e Barbosa disseram a Renan que se reuniriam com o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowiski, ainda na noite de ontem, o que de fato ocorreu.

Os ministros da área econômica disseram que em 10 a 15 dias pretendem elaborar uma proposta de reajuste para o Judiciário unificada com todo do funcionalismo público federal.

O projeto em tramitação no Senado prevê reajustes entre 53% e 78,5%, escalonados entre 2015 e 2017. Segundo a área econômica do governo, causaria um rombo de R$ 25 bilhões no Orçamento.

A amigos, Renan disse que não voltou governista da viagem. Continuará tendo uma postura crítica em relação ao governo. “Mas não tenho intenção de prejudicar o país”, afirmou.

www.reporteriedoferreira.com Por Ig