BESSA GRILL
Início » Política » Primeiro travesti da política paraibana é diplomado no município de Pilar

Primeiro travesti da política paraibana é diplomado no município de Pilar

A humanização da saúde é a principal bandeira defendida por Shirley Costa (PP).

23/12/2012 16:09

 

Shirley na Câmara Municipal de Pilar de posse do diploma de vereadora eleita (Crédito: Bruno Ferreira )

O pacato município de Pilar, localizado a pouco mais de 40 quilômetros da capital paraibana, elegeu, este ano, Geraldo Costa da Silva, ou Shirley Costa como é mais conhecido, 51 anos, a primeira travesti política diplomada no Estado. Com 273 votos, a nova vereadora eleita pelo partido progressista (PP) e já diplomada pela Justiça Eleitoral buscará a continuação da assistência que vem prestando à população através de seu trabalho no setor administrativo do hospital da cidade.

“O hospital é pequeno, mas foi onde eu tive todo o contato” afirma Shirley, “eu saí do gabinete e fui para o meio do povo, mas isso não era por causa da política, eu não pensava ainda em política. Foi no meu contato com a sociedade, com essas comunidades mais carentes onde eu ouvia ‘seja um vereador, talvez você possa nos ajudar mais’”

A humanização da saúde é uma de suas bandeiras e um dos motivos de sua candidatura, Shirley, cujo slogan de campanha é “Saúde em primeiro lugar”, já se prontificou a lutar por melhores condições de saúde pública. Outro foco de sua luta será contra o racismo e o preconceito existente na sociedade: “queria poder acabar com isso, que vivamos uma vida de igualdade sem ter que medo de se dirigir a alguém por ser gay ou negro”.

O presidente da Câmara Municipal de Pilar, Murilo Barbosa (PT), acredita que a cidade só tem a ganhar com Shirley atuando como um dos nove vereadores eleitos: “eu não tenho dúvida de que Shirley é uma pessoa diferenciada, não só por sua opção sexual, mas pela forma carinhosa e atenciosa de lidar com a comunidade. Shirley tem muito que nos ensinar”.

 

Wscom