BESSA GRILL
Início » Política » PMJP entrega crédito especial do Banco Cidadão para taxistas

PMJP entrega crédito especial do Banco Cidadão para taxistas

O crédito permite aos profissionais as mais diversas intervenções, é o caso de revisões e reparos mecânicos e compra de equipamentos como aparelho de som ou DVD e GPS. “A PMJP detectou a dificuldade dos taxistas de comprovarem renda aos bancos e isso travava a concessão de empréstimos.

14/07/2014 18:29

 

LRTYBJ-1A Prefeitura Municipal de João Pessoa realizou, na manhã desta segunda-feira (14), a primeira liberação de crédito da linha especial para taxistas no programa Banco Cidadão. No total, R$ 350 mil foram liberados para 86 profissionais, os primeiros da categoria a procurarem o serviço. A entrega dos cheques foi feita pelo prefeito Luciano Cartaxo no Centro de Capacitação de Professores Luiz Alberto Coutinho (Cecapro), na Avenida Beira Rio.

Um dos beneficiados é Miguel Jonas de Melo, que tem como praça o bairro de Cruz das Armas. “Com esse dinheiro vou fazer a conversão para o gás natural e trocar o jogo de pneus, que é importante para a minha segurança e dos clientes. Sem esse empréstimo eu não poderia fazer essas mudanças”, afirmou. “Eu vou mudar a bancada do táxi e comprar um aparelho de som. Isso dá mais conforto às viagens e agrada aos clientes”, complementou o colega Antônio Gomes da Silva.
De acordo com o prefeito Luciano Cartaxo, a iniciativa é uma forma de garantir melhores condições de trabalho para os taxistas, além de mais eficiência e no serviço prestado. “Essa é uma política permanente de governo, para que o profissional possua segurança e conforto em seu trabalho e que repasse isso para os clientes. Ficamos felizes por perceber que o Banco Cidadão tem conseguido dar uma resposta tão positiva em um espaço de tempo tão curto”, declarou.Alessandro-Potter020
O crédito permite aos profissionais as mais diversas intervenções, é o caso de revisões e reparos mecânicos e compra de equipamentos como aparelho de som ou DVD e GPS. “A PMJP detectou a dificuldade dos taxistas de comprovarem renda aos bancos e isso travava a concessão de empréstimos. Com o Banco Cidadão eles podem conseguir esse valor sem burocracia e com condições infinitamente superiores de pagamento”, explicou o secretário municipal do Trabalho, Produção e Renda, Diego Tavares.
Especial – A linha especial de crédito para taxistas foi criada oficialmente pelo prefeito Luciano Cartaxo no último mês de maio, integrando as linhas especiais do programa Banco Cidadão, que beneficia milhares de empreendedores desde 2013.
No caso dos taxistas, a linha de empréstimo apresenta uma taxa de juros de apenas 0,9% ao mês, com prazo de pagamento de até 24 meses. Cada solicitante pode requerer um valor de até 10 salários mínimos, o que representa o valor de R$ 7.240.
Para ser um dos contemplados, o taxista precisa atuar em uma das “praças” localizadas em João Pessoa, estar regularizado com a Prefeitura (possuir o alvará para o exercício da atividade) e não apresentar o nome nos órgãos de restrição ao crédito.
Capacitação – Antes de receberem seus empréstimos, os taxistas passaram por um processo de capacitação, que foi realizado no início do mês de junho, no Cecapro. As aulas abordaram temas como a qualidade do atendimento (observando o tom de voz, o olhar e a postura ao atender um passageiro) e a importância da tecnologia, que deve ser utilizada para melhorar a prestação do serviço.
O presidente da Associação dos Taxistas Cristãos da Paraíba, Flaviano Oliveira, afirmou que a data era especial para a categoria. “Pela primeira vez temos em João Pessoa uma gestão de diálogo, que conversa com as categorias e recebe sugestões. Hoje podemos ver um fruto disso”, afirmou.
Para o presidente do Sindicato dos Taxistas Autônomos da Paraíba, Adauto Brás, o táxi é um serviço de referência em toda cidade. “É o taxista quem recebe o turista, quem apresenta a cidade e que passa a primeira impressão. Esta categoria precisa ser mais valorizada e receber mais atenção. Hoje ficamos muito felizes por perceber isso por parte da Prefeitura”, declarou.
Secom