eleicoes20142Com as recentes denúncias que apontam supostos erros nas pesquisas divulgadas por um dos veículos do Sistema Correio e também pelo Jornal da Paraíba, a presidente estadual do PRP (Partido Republicano Progressista) defendeu nesta quinta-feira (21) que todos os levantamentos eleitorais deste tipo fossem suspensos. A Justiça Eleitoral tem acompanhado cada pesquisa no intuito de fiscalizar supostas fraudes e erros cometidos.

Ligado à coligação A Força do Trabalho, encabeçada por Ricardo Coutinho, o PRP é comandado na Paraíba por Maria da Luz. Ela afirmou que as pesquisas divulgadas não refletem a realidade das ruas.

Segundo Maria da Luz, algumas pesquisas aparecem tendenciosas e com o objetivo de levar os eleitores a votar no candidato mais bem cotado nos índices divulgados. A presidente do PRP usou como exemplo as eleições de 2010, onde o candidato que tinha mais intenções de voto não venceu.