BESSA GRILL
Início » Destaque » PEC do Senador Cássio fixa prazo para indicação de ministros do STF

PEC do Senador Cássio fixa prazo para indicação de ministros do STF

Cássio Cunha Lima lista outros casos em que houve demora na indicação. Menciona, por exemplo, a nomeação do ministro do STF, Luís Roberto Barroso – foram 204 dias para a escolha.

3/07/2015 18:56

A Constituição brasileira poderá ser alterada para estabelecer que o Presidente da República indique, no prazo de três meses, o sucessor ao cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). De autoria do líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), a proposta de emenda à Constituição prevê que a ausência de indicação nesse prazo configurará crime de responsabilidade do Presidente da República.NFGBQ-1

Na justificativa ao texto, Cássio observa que, o cargo ocupado pelo ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa, ficou vago por quase um ano e que somente em 25 de maio de 2015 é que foi publicada a nomeação do novo integrante da Corte, o ministro Luiz Edson Fachin.

“Essa realidade é extremamente prejudicial à atividade jurisdicional do STF, principalmente diante do excessivo número de processos pendentes de julgamento e da possibilidade de empates nas votações”, afirma Cássio.

Vale lembrar

Cássio Cunha Lima lista outros casos em que houve demora na indicação. Menciona, por exemplo, a nomeação do ministro do STF, Luís Roberto Barroso – foram 204 dias para a escolha.  No caso da ministra Rosa Weber, o senador disse que transcorreram 132 dias entre a vacância do cargo e a nomeação dela.

“Diante dessa omissão da Constituição Federal, têm-se tornado praxe a demora de vários meses para se proceder à indicação, fato que tem provocado a vacância prolongada de cargos de ministro do Supremo Tribunal Federal” – justifica o senador.

www.reporteriedoferreira.com