BESSA GRILL
Início » Política » MPPB recebe primeiros equipamentos contra Lavagem de Dinheiro

MPPB recebe primeiros equipamentos contra Lavagem de Dinheiro

Núcleo Criminal recebeu a primeira parte dos equipamentos para a montagem do Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro. O restante do material chegará até o final de abril

5/02/2013 16:05
EDBUU-1O primeiro Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro (LAB-LD) da Paraíba estará em funcionamento a partir do mês de maio. A previsão é do promotor de Justiça Octávio Paulo Neto, coordenador do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado na Paraíba (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba (MPPB). “Com o equipamento, vamos otimizar o trabalho de combate ao crime organizado”, prevê o promotor. Na tarde da segunda-feira (4), o Núcleo Criminal do MPPB recebeu a primeira parte dos equipamentos para a montagem do LAB-LD. O restante do material chegará até o final do mês de abril.
O estado da Paraíba passou a fortalecer e fazer parte da ‘Rede Nacional de Laboratórios de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro’ no dia 29 de novembro do ano passado, quando em solenidade realizada no Centro de Convenções Angola, no Complexo Turístico Mussulo, no município do Conde, na Região Metropolitana de João Pessoa, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o procurador-geral de Justiça do MPPB, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, assinaram um acordo de cooperação federativa que garantiu ao estado o seu primeiro LAB-LD, o segundo do Nordeste (antes, só a Bahia possuía).
O LAB-LD se traduz em soluções de softwares de última geração, que permite aos operadores promover leitura rápida de eventos de desvio nas esferas financeiras e demais gêneros criminais. Segundo o procurador-geral Oswaldo Trigueiro, a vinda do laboratório se deu em razão de a Paraíba ter se destacado no combate ao crime organizado.
“É prazeroso ver o reconhecimento de nosso Ministério Público, ainda mais em uma vertente em que é nítida a nossa vocação institucional. Isso só reflete a importância da parceria, ainda mais que a grande beneficiária será a sociedade paraibana”, destacava o procurador-geral.
Parlamentopb