BESSA GRILL
Início » Política » Ministro nega relação com a Ideia Digital e diz que “não licitou, nem pagou projeto”

Ministro nega relação com a Ideia Digital e diz que “não licitou, nem pagou projeto”

“A investigação da Polícia Federal comprova a lisura de sua atuação", diz a assessoria de Aguinaldo

24/07/2013 20:03

O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, rechaçou, por meio de sua assessoria, a prática de ato ilegal ou vínculo com a Ideia Digital, empresa acusada de promover irregularidades no projeto no Jampa Digital, que deveria levar internet gratuita para a capital paraibana João Pessoa.

“A investigação da Polícia Federal comprova a lisura de sua atuação no curtíssimo espaço de tempo, três meses, em que exerceu o cargo de secretário de Ciência e Tecnologia do município de João Pessoa. Prova disso é que a investigação, profunda e minuciosa, determina o indiciamento de 23 pessoas, não havendo qualquer recomendação, neste sentido, quanto ao ministro’, diz a nota da assessoria.

Segundo a assessoria, “a licitação que resultou na contratação da Ideia Digital não foi conduzida por Aguinaldo Ribeiro e sim pela Secretaria de Administração do município, na época”. “Portanto, ele não licitou, não contratou, nem pagou esta empresa”

A assessoria de Ribeiro é categórica: “Os investigados, entre eles adversários políticos do ministro, buscam agora desviar o foco dos graves indícios já constatados pela PF, por meio de declarações sem provas, com o objetivo único de embaralhar as investigações. O ministro repudia essa tentativa por parte desses adversários políticos”.

Segundo o gabinete do ministro, ele próprio tomou a iniciativa de pedir a apuração dos fatos ao Ministério Público da Paraíba e ao Tribunal de Contas do Estado assim que foi informado da denúncia. “O ministro solicitará ao Supremo Tribunal Federal que vá às ultimas consequências para elucidar o caso e punir os eventuais culpados.”

Da Redação (Com Estadão)