BESSA GRILL
Início » Política » Marqueteiro do PMDB afirma que Lula não tem poder de transferência de votos

Marqueteiro do PMDB afirma que Lula não tem poder de transferência de votos

As eleições em Belo Horizonte e no Recife são dois exemplos.

20/09/2012 20:59

 

 

Responsável pelo marketing e a comunicação da campanha à reeleição do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), o antropólogo e publicitário Renato Pereira afirma ser um mito a transferência de votos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para candidatos em disputas municipais.

As eleições em Belo Horizonte e no Recife são dois exemplos. A alta popularidade do ex-presidente não será capaz de reverter o quadro em favor dos petistas nessas cidades, segundo o marqueteiro. “Nem mesmo uma eventual vitória de Fernando Haddad em São Paulo deveria ser atribuída a Lula”, observa. Para Pereira, nenhum político, mesmo com a popularidade do ex-presidente, consegue transferir votos para aliados que disputam cargos diferentes.

“Lula fez isso com a presidente Dilma Rousseff, que ia substituí-lo e representava a continuidade da sua bem avaliada administração. Isso não se repete em disputas municipais ou estaduais”, observou Pereira, que aos 52 anos está prestes a faturar sua quarta eleição majoritária consecutiva no Rio de Janeiro.

Exemplos na Paraíba
Nas três últimas eleições para governador da Paraíba, a presença do ex-presidente Lula não foi suficiente para eleger os candidatos apoiados por ele. Em 2002, o petista participou ativamente da campanha do peemedebista Roberto Paulino. O tucano Cássio Cunha Lima venceu as eleições daquele ano.

Em 2006, Lula veio à Paraíba pedir votos para o ex-governador José Maranhão (PMDB). Em comício realizado na cidade de Campina Grande, principal reduto eleitoral do grupo Cunha Lima, o ex-presidente chegou a pedir aos eleitores a vitória do peemedebista como presidente de aniversário. O apelo do petista não surtiu efeito e Cássio foi eleito novamente.

Nas eleições de 2010, o ex-presidente não participou pessoalmente da campanha para o Governo da Paraíba, porém, sua imagem foi intensamente utilizada no guia eleitoral de José Maranhão. Novamente, a estratégia não surtiu o efeito esperado e o socialista Ricardo Coutinho foi eleito governador do Estado.

Nas eleições municipais deste ano na Paraíba, vários candidatos do PT têm utilizado a imagem do ex-presidente em suas campanhas. Em Campina Grande, Lula tem aparecido no guia eleitoral dos candidatos Alexandre Almeida (PT) e Daniella Ribeiro (PP). Em João Pessoa, o candidato petista Luciano Cartaxo tem utilizado a mesma estratégia.

Paraíba Já com AE