BESSA GRILL
Início » Política » Luiza Erundina diz que Ricardo será, “provavelmente, novo prefeito de João Pessoa”

Luiza Erundina diz que Ricardo será, “provavelmente, novo prefeito de João Pessoa”

12/01/2019 18:47

A deputada federal por São Paulo, Luiza Erundina, visitou Uiraúna, seu município de origem na Paraíba, e recebeu homenagens nessa sexta-feira (11). Ela declarou, em entrevista, que Ricardo Coutinho será, provavelmente, o novo prefeito de João Pessoa. Ela fez vários elogios ao ex-governador e disse que ele pode ser candidato até a presidente e que estaria eleito senador se tivesse disputado o cargo nas Eleições 2018.

“Gostaria de ter feito política na Paraíba. Mas me sinto compensada pelo desempenho desse homem duas vezes governador, desse duas vezes prefeito de João Pessoa. Ricardo Coutinho fez a revolução na política administrativa da Paraíba, sobretudo no interior, mas também na Capital. A Paraíba é um dos poucos estados desse país que não está com as finanças falidas. É um estado que está sendo referência, é um estado pobre e, no entanto, ele deixa o estado numa condição muito melhor que a de muitos estados, inclusive do Sul e do Sudeste”, disse a deputada federal paraibana.

Ela falou também das chances de Ricardo como presidente. “Eu gostaria de ter Ricardo Coutinho, quem sabe, como candidato a presidente da república. Ele seria meu candidato a presidente da república, eu tenho orgulho de ter tido esse governador duas vezes no meu estado. Onde ele for, para onde ele sair, para o que ele quiser ser candidato, eu vou vir à Paraíba para ajudá-lo a fazer a sua campanha. Se ele tivesse sido o candidato a senador, ele era senador hoje.”

“Eu tenho orgulho de ser sua amiga e de tê-lo tido como governador do meu estado e onde eu vou eu faço a propaganda do seu governo na Paraíba. Ele provavelmente será de novo prefeito de João Pessoa. Se ele vier a ser candidato a presidente da República eu vou fazer sua campanha no Sul e no Nordeste”, completou Luiza Erundina.

 

www.reporteriedoferreira.com.br    Foto: Nilson Bastian/Câmara dos Deputados