A reunião aconteceu na Sala de Sessões do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) e teve como objetivo tratar de assuntos que vão contribuir para a elaboração do ‘Plano Integrado de Segurança das Eleições 2014 no Estado da Paraíba’. Juízes e promotores relataram as experiências de pleitos anteriores para subsidiar as forças de segurança na elaboração do ‘Plano’.

Participaram da reunião os promotores de Justiça de 16 Zonas Eleitorais da região polarizada por João Pessoa. Que completaram a previsão de participação dos representantes do Ministério Público da Paraíba das 77 Zonas Eleitorais do estado e dos juízes eleitorais em três reuniões regionais. O primeiro encontro aconteceu no dia 22 de julho, em Patos, e foi realizado no Auditório da Ordem dos Advogados do Brasil na Paraíba (OAB-PB), e o segundo foi realizado em Campina Grande, no dia 29 de julho, nas dependências do Fórum Juiz Federal Nereu Santon (Justiça Federal), no Bairro da Liberdade.

“Essas três reuniões foram de extrema importância para o pleito a ser realizado em outubro e os promotores de Justiça do Ministério Público da Paraíba estão preparados para atuar”, apontou o procurador-geral de Justiça, Bertrand de Araújo Asfora, ressaltando: “Mas a figura mais importante destas eleições é o cidadão. Por isso fazemos um apelo: não venda o seu voto e valorize a democracia, construída a duras penas neste país. Qualquer sinal de corrupção denuncie e procure os promotores de Justiça”, completou Bertrand.

Redação  com Assessoria