BESSA GRILL
Início » Política » João Pinto e Sandra Moura selam acordo para disputar eleição da API

João Pinto e Sandra Moura selam acordo para disputar eleição da API

18/06/2015 18:04

201506181205290000001790O jornalista João Pinto e a professora universitária Sandra Moura selaram nesta quinta-feira, em café-da-manhã, um novo Pacto entre Mercado e Academia para ainda disputar a eleição na Associação Paraibana de Imprensa como presidente e vice, respectivamente, em julho próximo.
– Estamos decididos e dispostos a construir esta nova fase de interação entre mercado e trabalho – afirmou João Pinto. Já Sandra Moura revelou que “aceito o desafio dentro deste cenário de inquietações e dúvidas sobre o futuro de nosso Meio, por isso vamos nos somar a um Movimento que reúna Mercado e Academia reunindo a todos neste processo”.
Eis o que a análise produzida pelo analista e blogueiro Walter Santos:

O novo Papel da API na conjuntura paraibana
Acabo de ser informado de uma composição importante entre o jornalista João Pinto e a professora Doutora em Comunicação, Sandra Moura, para construir em nova eleição da Associação Paraibana de Imprensa prevista para Julho como presidente e vice da mais importante e histórica entidade de lutas democráticas no campo da Mídia como um todo.
Antes da análise apropriada dos efeitos deste cenário, eis que me lembro dos dois como vitoriosos “retirantes” de Santana dos Garrotes e São José de Caiana nas Urbes maiores do Estado, ou seja, pela ordem de onde moram – Campina Grande e João Pessoa. Vieram, viram e cresceram.
João Pinto e Sandra Moura compõem a chapa ideal para este momento de grande apreensão,crise e desnorteamento geral sobre o futuro da Mídia, do mercado e em especial da Academia. Os dois se somam nesta simbiose fundamental de lutas que serão preciso ser vividas para a construção do novo tempo.
Espelho e reflexo da democracia, a API atrai para a fase importante construída por Marcela Sitônio à frente da presidência da entidade, a necessidade urgente de se criar um Movimento / Forum permanente para discutirmos e construirmos meios e/ou caminhos diante dos efeitos revolucionários nos costumes humanos advindo da Cibernética, ou seja, dos computadores e da maior rede virtual, a tal WEB.
Como vamos sair deste labirinto e enrascada que a modernidade nos trouxe sabendo que muitos atores da Midia estão destroçados com as novidades da Internet, além do mais tudo afeta os modos de produção, o capital e o trabalho.
Marcela Sitonio, depois de não querer ser candidata à reeleição por questão de foro intimo respeitável, está deixando um legado que amplia muito a responsabilidade de João Pinto e Sandra Moura de agora em diante.
Eis o novo desafio.

www.reporteriedoferreira.com