BESSA GRILL
Início » Política » Governadores do Nordeste discutem reação a veto de Dilma na terça-feira

Governadores do Nordeste discutem reação a veto de Dilma na terça-feira

São 24 estados atingidos pela medida da Presidenta Dilma querendo reação

1/12/2012 15:27

O que se esperava, vai acontecer. Os governadores e os parlamentares se reúnem em Brasília na terça-feira para analisar a reação ao veto da presidente Dilma Rousseff à divisão dos royalties do petróleo. São 24 Estados que se sentiram prejudicados com o veto e reagirão para garantir a divisão dos royalties do petróleo extraído em alto-mar.O governador do Piauí Wilson Martins (PSB) confirmou a reunião dos governadores de 24 Estados em Brasília para discutir o que será feito para derrubar o veto da presidente. “O assunto não se encerrou com o veto da presidente Dilma. Vamos insistir para que osroyalties do petróleo beneficiem a todos os brasileiros. Essa riqueza é do povo brasileiro”, destacou.

O governador Eduardo Campos lamentou a decisão da presidente Dilma Rousseff. “Lamento que o veto tenha acontecido sem que houvesse um entendimento para garantir a solução do impasse sem a fratura que agora se consolidada”, disse o governador.

Eduardo Campos chegou a enviar carta à presidente na última quarta-feira, na qual reafirmou sua critica à votação do projeto de lei pelo Congresso em momento inadequado. Na carta, lembrou ter sido sempre favorável à preservação dos direitos dos Estados produtores, mas pedia a sanção da lei garantindo desde já receitas para os Estados não produtores.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) divulgou ontem nota lamentando o veto. A nota, assinada pelo presidente Paulo Ziulkoski, convoca para “uma cruzada nacional”, todos os gestores municipais e “os 170 milhões brasileiros excluídos da distribuição dos royalties”.
Wscom