BESSA GRILL
Início » Política » Estela lembra relação conflituosa entre Maranhão e o funcionalismo público

Estela lembra relação conflituosa entre Maranhão e o funcionalismo público

21/09/2012 15:22

A candidata a prefeita de João Pessoa, Estela Bezerra (PSB), questionou o candidato José Maranhão (PMDB) a respeito de suas propostas para a segurança pública, durante o debate entre candidatos a prefeito realizado pelo Fórum dos Servidores Públicos da Paraíba, na noite desta quinta-feira (20). “Candidato, no seu discurso, você demonstra grande preocupação no aspecto da segurança. Entretanto, em dez anos, o senhor nunca realizou concurso para a Polícia Militar e a Polícia Civil. Como você pretende lidar com a questão da segurança pública com essa experiência?”, disparou Estela.

Maranhão negou que não tenha feito concurso público e apresentou suas propostas para segurança pública, o que foi prontamente replicado por Estela, que questionou a gestão de segurança do ex-governador. “O bom da política pública é que se pode comprovar com documentos o que apenas foi dito e o que realmente foi feito”. A candidata recorda da greve da polícia militar durante a gestão do peemedebista “em que tanques de guerra foram utilizados para reprimir os policiais militares”, completou.

Estela disse que os principais desafios para João Pessoa no quesito segurança são prevenção e a construção do que ela chama de território protegido, que é quando a população comum toma conta das ruas e praças, inibindo a ação de criminosos. “Uma cidade que concentra grande desigualdade não consegue ter segurança”, enfatizou.

Ao concluir sua participação no debate, ela reforçou sua compreensão da política dos movimentos sociais e não partidária, e destaca “o caminho extremamente correto” que fez para chegar à candidatura de prefeita e que a cidade avançou em cidadania durante o tempo em que trabalhou na prefeitura, além de lembrar da responsabilidade dos gestores anteriores.

“Faço parte de um projeto que deu certo, mas tenho a consciência de que ninguém acerta 100%, ninguém faz tudo o que as administrações anteriores deixaram de fazer. Tenho um discurso extremamente correto, não costumo mentir ou ludibriar para conquistar votos. Não tenho um discurso necessariamente agradável nem tiro da cartola a solução que a categoria quer ouvir, não é assim que se deve fazer política”, concluiu a candidata do PSB.

Assessoria