BESSA GRILL
Início » Política » Efraim Filho cobra explicação e punição a Cartaxo, Nonato e a PMJP por crime eleitoral

Efraim Filho cobra explicação e punição a Cartaxo, Nonato e a PMJP por crime eleitoral

referência em regulamentação de agentes de saúde, Efraim Filho cobra explicação e punição a Cartaxo, Nonato e a PMJP por crime eleitoral

24/09/2012 20:15

O candidato a vice prefeito na chapa do PSB, Efraim Filho (DEM) cobrou essa semana esclarecimentos públicos por parte do candidato do PT, Luciano Cartaxo e do candidato a vice, Nonato Bandeira (PPS) para explicar o vídeo que foi veiculado na internet em que supostamente a PMJP usa a máquina para angariar votos para a coligação petista.

Para o parlamentar, que é uma das referências no projeto de lei que regulamenta a situação dos agentes de saúde no país, o vídeo mostra claramente a prática de crime eleitoral e todos os envolvidos devem ser punidos conforme rege à lei.

“De regulamentação de agentes de saúde eu entendo, pois sou referência na votação do projeto de lei que definiu o piso salarial dessa categoria por isso é bom que os candidatos se expliquem”, cobrou.

No vídeo, o prefeito Luciano Agra (sem partido), acompanhado do candidato petista Luciano Cartaxo; a secretária Roseana Meira (Saúde) e o procurador Wandalberto Martins são acusados de protagonizar cenas de ilicitude eleitoral, compra de votos e de inequívoco uso da máquina pública.

É que os quatro foram flagrados em um vídeo pedindo votos e apresentando supostas falsas promessas aos agentes de saúde de João Pessoa, fato que provocou representações judiciais eleitorais de três coligações adversárias.

PSDB, PSB e PMDB ingressaram com AIJEs na Justiça Eleitoral cobrando a cassação e a inelegibilidade de todos os envolvidos

Depois esclarecimento sobre o que considera corrupção eleitoral, Efraim Filho ainda disparou: “O que vocês fizeram foi captação ilícita de voto e promessa falsa. O vídeo é francamente uma ilicitude.”.

PB Agora