BESSA GRILL
Início » Política » Deputado quer ser o ‘elo de ligação’ entre Ricardo Coutinho e Luciano Cartaxo

Deputado quer ser o ‘elo de ligação’ entre Ricardo Coutinho e Luciano Cartaxo

Governista convicto, João Gonçalves prega a paz política entre o prefeito e o governador

10/02/2013 22:36

 

João Gonçalves mantém boa relação com o governador e com o prefeito (Crédito: Fotomontagem: WSCOM)

O deputado estadual João Gonçalves (PEN) é aquela figura ‘camarada’ que prioriza sempre o cultivo de boas amizades. De sorriso fácil e governista convicto, ele dificilmente deixa rusgas ou queixas por onde passa. E é através dessa boa relação com os principais atores da política paraibana que ele pretende unir duas das mais importantes lideranças do Estado, o governador Ricardo Coutinho (PSB) e o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT).

E é o próprio João Gonçalves quem avisa que as conversas para um possível encontro entre Ricardo e Cartaxo já foram iniciadas, pelo menos, nos bastidores da política.

“Já sim e tem que ser logo [o encontro], pois, João Pessoa não pode entender como dois chefes de executivo, um municipal e outro estadual, possam não manter uma relação de entendimento mutuo para com a Cidade. Não é o meu amigo Luciano Cartaxo, não é o governador Ricardo Coutinho, mas sim o prefeito da cidade de João Pessoa e o governador do Estado. Já estou trabalhando para que isso possa acontecer o mais rapidamente, pois, a nossa Capital precisa dessa união”, informou o deputado.

Volta ao PSDB descartada

O deputado João Gonçalves também descartou deixar o PEN para voltar ao PSDB, sua antiga legenda. Segundo ele, o partido presidido pelo presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Ricardo Marcelo, não é problema para que ele ou qualquer outro deputado continue na bancada governista na ALPB.

“O PSDB é um partido que eu devo muito, que me deu muitas vitórias, mas, hoje estou no PEN, não conversei ainda com o meu presidente sobre as questões atuais, mas, eu vim para o partido na condição de apoiar aquilo que, verdadeiramente, seja melhor para a Paraíba. Seja do lado do governador ou não. E sobre a bancada do governo, eu não havia deixado a bancada, apenas estava votando da forma que achei conveniente, portanto, não existe essa cogitação”, comentou.

Wscom