BESSA GRILL
Início » Política » Dados da Prefeitura de Alhandra foram apagados

Dados da Prefeitura de Alhandra foram apagados

3/01/2013 05:53

 

O primeiro dia de trabalho do prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues (PMDB) começou por volta das 8h, com a realização de uma oração com auxiliares e secretários, realizada no corredor do prédio sede da administração. “Fizemos uma corrente de oração para que selássemos o início de nossa gestão em comunhão. Pedi a todos que se unam para que possamos fazer um governo que não apenas atenda, mas  supere as expectativas da população”, disse Marcelo, lembrando na ocasião que o palanque já foi desmontado e que o tempo agora é para colocar a máquina administrativa para funcionar”, afirmou o prefeito, que logo mais se depararia com um verdadeiro caos.

Todos os computadores da Prefeitura foram zerados, inclusive  a base de dados cadastral dos servidores, não havia nenhum material de expediente, até o papel que foi utilizado para impressão das portarias de nomeações teve que ser comprado, as lixeiras das salas sumiram, apenas o gabinete, em toda a sede da Prefeitura, dispunha de uma linha telefônica, em algumas dependências quando se ligava um equipamento, o outro desligava por causa do comprometimento das instalações elétricas, entre outros desmandos e descasos.

“Foi um verdadeiro caos. Tivemos que começar do zero, a sensação é de que a Prefeitura não tem passado e começa a existir a partir do dia 2 de janeiro de 2013”, argumenta o secretário de Administração de Alhandra, Severino Rufino. Ainda pela manhã, a secretária de Finanças, Mariluce Almeida, tentou buscar informações no Banco do Brasil,  mas foi comunicada que os extratos só poderiam ser liberados a partir desta quinta-feira (03). “Não temos a mínima ideia do saldo da Prefeitura, do que foi pago, do que falta pagar, nem muito menos do que temos disponível”, atesta a secretária, que através de ofícios já solicitou todas as informações ao Banco do Brasil, Caixa Econômica e Santander, instituições financeiras que a Prefeitura tem contas bancárias.

Para Marcelo Rodrigues, que assume pela primeira vez um mandato eletivo, faltou espírito democrático e cívico aos antigos gestores de Alhandra. “Todas as informações que precisamos são públicas, pertencem ao município, portanto, essa atitude de apagar os dados dos computadores além de antidemocrática, fere o princípio da continuidade de gestão, incorre em improbidade e será passível de ações judiciais futuras”, afirmou o prefeito. Para ele, atitudes como essa só reforçam a importância de sua eleição para Alhandra. “O povo já deu a resposta àqueles que não têm compromisso com a cidade, agora é arregaçar as mangas e trabalhar duro para recuperar tudo o que foi perdido”, finalizou o prefeito que passou boa parte do dia reunido com a equipe jurídica da Prefeitura.