Diante da crise no PSB, o governador da Paraíba João Azevêdo revelou em entrevista a Rádio Correio FM, que já recebeu convites para ingressar em outros partidos e destacou que sua permanência no PSB depende do partido.

– Eu vi pela imprensa alguns partidos se colocando à disposição. Evidentemente, que isso nem passa pela minha cabeça, não estou focado nisso agora. Eu tenho foco é com a gestão desse estado que me elegeu em outubro para dar continuidade a um projeto. O PSB vai decidir qual é a posição que quer com relação ao governador, se quer um governador dentro do PSB ou não – disse.

Ele disse não acreditar em um possível ‘boicote’ orquestrado pelo grupo ligado ao ex-governador Ricardo Coutinho. Apesar de ignorar a possibilidade, João afirmou que caso haja qualquer tentativa, o Governo tomará as providências.

“Supondo que ocorra [boicote], o que eu não acredito, o governador vai tomar as providências. Ninguém dentro do governo, estará boicotando o governo e o governo ser omisso. É evidente que não. Não acredito nisso. Mas se acontecer, tomarei as medidas devidas e necessárias”, pontuou.

www.reporteriedoferreira.com.br  Por  PB Agora