BESSA GRILL
Início » Política » Couto anuncia inclusão do processo de Manoel Mattos no Programa Justiça Plena

Couto anuncia inclusão do processo de Manoel Mattos no Programa Justiça Plena

12/12/2012 14:42

O deputado federal Luiz Couto (PT-PB) informou que o processo envolvendo o assassinato do advogado Manoel Bezerra de Mattos será incluído no Programa Justiça Plena (PJP).

 

Couto relatou que a incorporação atendeu a uma solicitação da ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), aceita pelo corregedor Nacional de Justiça, Francisco Falcão.

 

O parlamentar explicou que o programa monitora e dá transparência ao andamento de processos de grande relevância social, acompanhando mais de perto a tramitação das ações por parte da Corregedoria Nacional de Justiça.

 

Depois de lembrar que o caso está tramitando na Justiça Federal, Luiz Couto disse que a colocação do processo no PJP é um reforço importante para que aconteça o julgamento dos mandantes e executores de Manoel Mattos.

 

Para o deputado, a condenação dos envolvidos servirá  de exemplo para que se possa dar um basta às atividades de extermínio e de corrupção “daqueles que acham que, porque usam farda e arma, podem tirar a vida”.

 

“Parabenizo a ministra Maria do Rosário, o corregedor Francisco Falcão e afirmo que nosso Governo está correto em acompanhar esse processo”, ressaltou.

 

Histórico

 

Manoel Bezerra de Mattos foi advogado, vereador do município de Itambé e vice-presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) de Pernambuco. Dedicou boa parte de sua vida à defesa de trabalhadores rurais e à denúncia incansável da atuação de grupos de extermínio na região da divisa entre os estados de Pernambuco e Paraíba, participando ativamente em duas CPI’s em âmbito estadual e uma em âmbito nacional. No dia 29 de Janeiro de 2009, depois de quase uma década anunciando publicamente que corria riscos e exigindo de autoridades a garantia de sua proteção, Mattos foi executado por pistoleiros no município de Pitimbu (PB).

 

 

 

Ascom Dep. Luiz Couto