BESSA GRILL
Início » Destaque » Couto admite seguir orientação nacional, mas critica indefinição do PT na Paraíba

Couto admite seguir orientação nacional, mas critica indefinição do PT na Paraíba

2/03/2014 00:02

O deputado federal Luiz Couto (PT), que nos últimos anos vem se notabilizando por não respeitar as determinações da Executiva estadual do PT paraibano, admitiu, pela primeira vez, nesta sexta-feira (28), seguir as orientações do Diretório Nacional para as eleições deste ano, mas criticou a indefinição do partido na Paraíba para o pleito.

“Novos vamos seguir a orientação nacional, o que vai definir a política de aliança para reeleger nossa presidente [Dilma Roussef] com um palanque forte. Esta é a questão fundamental nossa”, afirmou.

Couto destacou que a Executiva nacional decidiu na ultima reunião que a prioridade é a reeleição da presidente Dilma Roussef, que tudo tem que ser feito para sua reeleição. “Também ficou definido que será prioridade aumentar nossa representação na Câmara e no Senado; nas assembleias legislativas; e termos vitórias  politicas nos estados, mas não diz se estas vitórias são com candidaturas próprias ou candidaturas coligadas”, completou.

O deputado também cobrou uma definição do PT paraibano e questionou a postura do partido no Estado.

“Acho muito triste que as pessoas fiquem lançando candidatura própria, depois lançam candidatura de outros partidos, ai vem a briga para saber quem é que vai ser senador. Isso é muito triste, eu quero saber o que o PT, o que a direção do partido está querendo”, declarou.

Apesar das críticas em nível estadual, Couto não seguiu as determinações da Executiva nacional do partido, após o rompimento com o PSB, para que todos os petistas deixassem os cargos e se afastassem dos governos socialistas nos Estados. Mesmo com a pré-candidatura de Eduardo Campos a presidente da República, Couto insiste em defender o apoio do PT na Paraíba a reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB). Redação com assessoria