BESSA GRILL
Início » Destaque » Charliton sugere que Manoel Júnior entregue cargos e deputado revida

Charliton sugere que Manoel Júnior entregue cargos e deputado revida

19/08/2015 20:05

Petistas e peemedebistas não conseguem mais segurar as divergências existentes entre as duas legendas nem mesmo no plano local. Apesar de ainda aliados em nível federal, mesmo com o apoio duvidoso no Congresso Nacional, as duas siglas expõem cada vez mais os problemas decorrentes da aliança. Nesta terça-feira (18), o presidente estadual do PT, Charliton Marchado, sugeriu ao deputado federal Manoel Júnior (PMDB) a entrega dos cargos indicados pelo parlamentar em órgãos do governo. A provocação foi uma reação a fala de Manoel Júnior que, na semana passada, sugeriu a renúncia da presidente Dilma Rousseff (PT).XKS2XC-1

– No momento em que um aliado pede a renúncia de um presidente que compõe a aliança, acho que ele está descredenciado para compor o governo. Seria um ato de dignidade dele, antes de pedir a renúncia, mandar seus aliados abrirem mão de algum espaço no governo e assim assumir de cara um posicionamento de oposição. Se ele está insatisfeito e acha que esse governo não representa mais o projeto dele, ele não tem que dar satisfação a Eduardo Cunha, mas tem que atender ao clamor de sua base social.
Entre as indicações de Manoel Júnior estariam cargos no INSS, que, segundo o petista, são ocupados por aliados do peemedebista desde a gestão do presidente Lula. Informação que o deputado federal nega enquanto classifica Charliton Machado de “desinformado” e “truculento”.
– Esse cidadão é extremamente desinformado. Além de truculento ele não sabe o que diz. Primeiro eu não tenho nenhum cargo no plano federal. Ele fique à disposição para pedir esses cargos, se ele souber. Segundo, desde o início do meu mandato venho dando sustentação ao governo Dilma, esse governo que se deteriorou e que não foi pela ação do PMDB, mas pelos motivos que o Brasil conhece. Eu cumpro meu papel, não de apoio a Eduardo cunha, mas de apoio ao PMDB. Continuamos na base do governo porque Michel Temer tem nos pedido, mas a relação do governo com o congresso é ruim. Dilma não tem tido sorte nem boa condução nesse processo.
www.reporteriedoferreira.com
Thais Cirino