BESSA GRILL
Início » Política » Charliton participa de encontro com Lula e cobra tributação das grandes fortunas

Charliton participa de encontro com Lula e cobra tributação das grandes fortunas

Segundo Charliton Machado, esse encontro terá um caráter importante na unificação das ações do PT junto aos movimentos sindicais e sociais em todo o país

29/03/2015 12:49

 
EKR5D-1Charliton Machado, presidente do PT/PB

Nesta segunda-feira, 30, em São Paulo, representantes da Executiva Nacional e presidentes estaduais do Partido dos Trabalhadores (PT) estarão reunidos para debater a conjuntura atual, e a atuação do partido na agenda de mobilização dos movimentos sociais. O encontro partiu de um chamamento do ex-presidente Lula, e o presidente do PT/PB, Charliton Machado, confirmou sua participação.

“Na nossa pauta também estará o processo atual de criminalização do PT no cenário político atual. Cada presidente terá um tempo para fazer uma explanação da conjuntura, identificar os problemas regionais colocados como desafios para o PT, como também, teremos um momento para dialogar com Lula sobre os desafios e os encaminhamentos que serão apresentados para esse enfrentamento nacional da crise que envolve o Governo, o PT e os movimentos sociais”, explicou.

Segundo Charliton Machado, esse encontro terá um caráter importante na unificação das ações do PT junto aos movimentos sindicais e sociais em todo o país: “A partir de agora o PT vai apontar algumas ações que estão na agenda dos movimentos sociais, dos partidos progressistas, e de todos os setores organizados da sociedade. Entre eles, o debate sobre a composição do atual legislativo nacional com o PMDB, aprofundar as questões em defesa da Reforma Política, contra o impeachment da presidenta Dilma e a defesa da democracia brasileira. Mais do que isso, vamos apresentar propostas mais fortes em direção da sociedade quando tratamos do pacote econômico atual, principalmente no que se refere aos trabalhadores brasileiros”.

Finalizando, o presidente do PT/PB enfatizou que sua presença nessa reunião será para defender a tese de que o partido se engaje no debate sobre tributação das grandes fortunas. Para ele, esse é um assunto que deve ser debatido, pois vai de encontro ao sentimento da sociedade, e não se pode negligenciar o papel que as grandes fortunas têm na questão da igualdade tributária do Brasil.

www.reporteriedoferreira.com Assessoria