BESSA GRILL
Início » Política » Câmaras de JP e CG se reunirão para debater o voto distrital

Câmaras de JP e CG se reunirão para debater o voto distrital

29/04/2015 17:49

5UPF-1As Câmaras Municipais de João Pessoa e Campina Grande devem se reunir na próxima semana para discutir a aprovação do voto distrital na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado por meio do PLS 25/2015, do senador José Serra (PSDB-SP), o qual prevê o sistema de eleição distrital para vereadores em cidade com mais de 200 mil eleitores.
Esse foi o principal encaminhamento da última audiência pública para discutir a Reforma Política na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), realizada nesta segunda-feira (27), e que promoveu um debate intenso acerca de vários pontos do projeto para fazer parte de um relatório encaminhado pelo legislativo pessoense ao Congresso Nacional. O assunto ainda gera controvérsias entre os parlamentares e deverá ser amadurecido até a finalização do relatório.

“O argumento dos que defendem o voto distrital é muito forte, porque coloca o cidadão mais perto de seus representantes, mas isso também pode estimular o paroquialismo dentro da política e prejudicar as minorias”, ressalta o Lucas de Brito, que é relator da Comissão Especial de Estudos sobre a Reforma Política da CMJP. As discussões de hoje ainda incluíram a obrigatoriedade do voto e o sistema de calendário eleitoral (eleições unificadas).

O evento contou com a presença do secretário de Turismo de João Pessoa, vereador licenciado Bruno Farias (PPS), do vereador campinense Napoleão Maracajá (PCdoB), e do presidente da Caixa de Assistência dos Advogados da Paraíba, advogado Carlos Fábio, representando a OAB-PB. “Essa foi a terceira e última audiência pública para discutir pontos importantes da Reforma. Pretendemos, agora, estender o debate para a Câmara de Campina Grande e formular as propostas que serão entregues em Brasília”, explica.

Lucas de Brito lembrou às pessoas que desejam colaborar com o debate, mas que não tiveram como participar das audiências realizadas ao longo deste mês, que ainda podem opinar sobre vários pontos da Reforma Política nos fóruns criados pela Câmara Municipal (http://cmjp.pb.gov.br) e pelo gabinete do parlamentar (http://lucasdebrito.com) até a próxima quinta-feira (30). “Essa foi a forma encontrada para que a população possa votar de forma direta e eletrônica nas ideias que entenda mais acertadas”, acrescenta.

www.reporteriedoferreira.com  Assesssoria