BESSA GRILL
Início » Política » Bira afirma que permanência de Roseana não é indispensável

Bira afirma que permanência de Roseana não é indispensável

Futuro líder do prefeito na Câmara minimiza mal estar gerado pela expectativa de nomeação da Secretária de Saúde: "Não existe imposição para que Roseana fique"

13/12/2012 06:51
O futuro líder do Governo na Câmara de João Pessoa, Ubiratan Pereira (PSB), disse hoje que a permanência da secretária de Saúde, Roseana Meira, na gestão de Luciano Cartaxo (PT) não é indispensável para manter unido o grupo que elegeu o petista para a prefeitura da capital. Em entrevista concedida ao Tambaú Debate, Bira afirmou que o gestor tem a prerrogativa de escolher todos os secretários.
– Quem escolhe os auxiliares é o prefeito. Não existe imposição para manter ninguém. Eu e vários companheiros fizemos uma defesa para que Roseana Meira fique porque ela tem uma gestão reconhecida e também foi muito importante para a campanha eleitoral. Mas, não existe pressão e nem esse termo de que isso é indispensável. A decisão cabe a Luciano Cartaxo.
Ao ser questionado sobre a reação dos dirigentes de seu partido, o PSB, de acusa-lo de traição por aceitar a liderança do prefeito, Bira disse que não sente constrangimento algum com o cargo e nem com a postura de colegas de mandato, que estarão na oposição ao futuro prefeito da capital:
– Se eu fosse me constranger com o que o PSB faz, eu não estaria reeleito. O partido fez de tudo para me derrotar. O presidente do partido já chegou até a me expulsar pelo rádio. Disse em uma emissora que eu estava expulso.