BESSA GRILL
Início » Política » Benjamin acusa colegas do PMDB de tentar prejudicar sua campanha

Benjamin acusa colegas do PMDB de tentar prejudicar sua campanha

Quero que ele vá cuidar do mandato dele, da candidatura dele, que da minha cuido eu

20/08/2013 10:58

U_T7B-1O deputado Benjamim Maranhão (PMDB) rebateu hoje as insinuações de que estaria havendo conflito dentro do núcleo maranhista que integra a sigla na Paraíba. De acordo com o parlamentar, não há desavença entre os familiares e que o boato é “uma estratégia política errada” para tentar enfraquecer sua candidatura à reeleição.

– Esse suposto confronto não existe. Em nenhuma connversa que tivemos com Maranhão ele disse que era candidato a deputado federal. Essa história foi criada. Eu credito isso a uma estratégia política errada. Existe uma estratégia por parte de Veneziano e Vitalzinho de que é necessário abrir a chapa majoritária do PMDB para que o cargo de senador e vice-governador seja ocupado por partidos aliados. Eu acredito que isso é um erro. Não podemos pegar uma liderança forte como José Maranhão e dizer, faltando um ano para a eleição, que ele não será candidato a senador. Isso é um erro grave.

Benjamin reforçou que o posicionamento dele é o mesmo de sua irmã, a deputada Olenka Maranhão, e de sua mãe, a prefeita de Araruna Wilma Maranhão.

– Não há crise familiar. Nem eu vou brigar com José Maranhão e nem José Maranhão vai brigar com doutora Wilma. O que eu não vou aceitar, e isso não parte de José Maranhão, é que nosso espaço político seja discutido por meio de eliminação.

Quando questionado quem seriam os autores dos boatos, o deputado apontou outro colega de legenda, o também deputado Manoel Júnior, com que tem mantido conflitos internos frequentes.

– Manoel Júnior é dos que estão pregando isso – a discórdia familiar, ventilando isso na imprensa até para desestabilir a minha candidatura a deputado federal. Não acho uma coisa muito ética. Quero que ele vá cuidar do mandato dele, da candidatura dele, que da minha cuido eu.

As declarações ocorreram durante entrevista a rádio Arapuã FM.