BESSA GRILL
Início » Política » As ‘mancadas’ das pesquisas eleitorais na PB

As ‘mancadas’ das pesquisas eleitorais na PB

Toda vez que um veículo de comunicação divulga uma nova pesquisa eleitoral na Paraíba, eis que surgem logo questionamentos de todos os lados

13/09/2012 15:34

Toda vez que um veículo de comunicação divulga uma nova pesquisa eleitoral na Paraíba, eis que surgem logo questionamentos de todos os lados.  Para contribuir com a discussão, a Coluna registra algumas análises feitas pelo jornalista Célio Alves, que utilizou sua conta no Twitter (@celioalves1980) para fazer um breve histórico das ‘mancadas’ que os institutos de pesquisa vêm cometendo nos últimos anos aqui no nosso Estado.

Atentem para o que relembra o companheiro Célio.

– Os institutos de pesquisa continuam debochando do eleitor, na Paraíba.

– Primeiro, vem o Ibope, cuja fraude foi barrada pela Justiça Eleitoral. O Ibope que erra desde 1986, na Paraíba.

– Em 86, o Ibope apontou vitória de Marcondes Gadelha. (Tarciso) Buritiy venceu por 300 mil votos.

– Em 90, o Ibope deu vitória de (Wilson) Braga. Ronaldo (Cunha Lima) venceu.

– Em 94, a duas semanas do 1º turno, o Ibope deu Lúcia (Braga) com 45% e (Antônio) Mariz com 33%. Mariz ganhou os dois turnos.

– Em 2002, o Ibope projetou vitória de Cássio (Cunha Lima), no 1º turno, de quase 500 mil votos. Ganhou, mas por 116 mil, e teve 2º turno.

– No 2º (turno de 2002), o Ibope chegou a dar Roberto Paulino na frente. Cássio venceu.

– Naquele mesmo ano, as pesquisas elegeram (Wilson) Braga pro Senado. Quem ganhou foi Efraim (Morais).

– Ainda em 2002, um tal de Mídia 21, que o (Sistema) Correio adotou e dizem que de Gutemberg (Cardoso), deu vitória de Roberto (Paulino) por 13% no dia da eleição. Deu Cássio, nas urnas.

– Em 2006, as pesquisas diziam que (Zé) Maranhão venceria Cássio, inclusive, o Ibope, que, na véspera do 2º turno, deu Maranhão na frente. Cássio ganhou de novo.

– Em 2004, o Ibope dava 2º turno. Ricardo (Coutinho) derrotou Ruy (Carneiro) no 1º (na disputa pela Prefeitura de João Pessoa).

– Em 2010, o Consult derrotou Ricardo (Coutinho) em todas as suas pesquisas. A diferença era de 200 mil. Ricardo ganhou! O Ibope fez a mesma coisa.

– Sem exceção, até porque a maioria má contamina a imagem da minoria de bem, os institutos de pesquisas se desmoralizaram.

– É de se perguntar: quando o Congresso acabará essa farra de pesquisas, que serve para encher os bolsos de alguns picaretas?

 

Paraiba já