BESSA GRILL
Início » Política » Após ser citada por suposto ‘mau uso’ do dinheiro público,1ª dama mira em Lula e cobra ‘bom uso’ do mesmo dinheiro.

Após ser citada por suposto ‘mau uso’ do dinheiro público,1ª dama mira em Lula e cobra ‘bom uso’ do mesmo dinheiro.

5/12/2012 14:11

Depois de ganhar os holofotes da mídia paraibana por ser citada em um relatório do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, em que apareceria gastando dinheiro público (referente aos gastos da Granja Santana) com fraudas, berço, lençóis, artigos de cama, mesa, banho e ainda pacotes de papel higiênico no valor de mais de R$ 50 cada, a primeira dama do Estado, Pâmela Bório voltou a virar notícia, agora por condenar o uso do dinheiro público por parte do ex-presidente Lula.

Ela (Pâmela) que também foi citada por suposto uso do dinheiro público sem licitação para comprar artigos de luxo, prevalecendo seu gosto pessoal e não o princípio da impessoalidade, agora classifica como crime o mesmo uso do dinheiro público, apesar de ser em uma situação diferente.

Em uma postagem feita nas redes sociais a primeira dama da Paraíba mira artilharia pesada no ex-presidente Lula, com frases como ‘fiquei com nojo deste Lula’. Logo após, a esposa do governador Ricardo Coutinho completa: ‘Mas o homem usar o dinheiro do povo para manter uma quadrilha e ainda a Rosimery fazendo tráfico de influência por causa das informações que detinha, aí já é crime’

Ainda na postagem, Pâmela encerra com uma frase que ela mesma, aparentemente, não teria conseguido cumprir, ao exigir das figuras políticas que  tratem o dinheiro público com responsabilidade

“Somos nós os cidadãos que pagamos os salários dos políticos, portanto temos o direito de cobrar que tratem o nosso dinheiro com responsabilidade”, finalizou Pâmela.

VERSÃO DO GOVERNADOR

Ontem, em entrevista a imprensa, o governador Ricardo Coutinho (PSB) desmentiu a informação sobre os gastos da Granja Santana e que envolve o nome da esposa. Sobre o assunto, o governador Ricardo Coutinho simplesmente considerou de bobagem e mentira.

“É bobagem e mentira. Isso é só prestação de contas mal feita”.

VEJA O QUE DIZ UM TRECHO DO RELATÓRIO DO TCE AO CITAR A PRIMEIRA DAMA PÂMELA BÓRIO

*** Foram adquiridos artigos de decoração de banheiro e uso pessoal, junto a Onda Comércio e Representações Ltda., no montante de R$ 7.467,30. Dentre eles estão sabonete líquido (R$ 263,90), sais de banho (R$ 144,80), espuma de banho (R$ 222,90), papel higiênico noivinhos (R$ 59,80) etc., transparecendo, sem dúvida, como critério de escolha, o gosto pessoal  e não a impessoalidade exigida na ação administrativa pública. Robustece a afirmação o fato dos orçamentos apresentados pelas três empresas pesquisadas terem sido solicitados pela primeira dama do Estado, Sra. Pâmela Bório (Documento Eletrônico no 21401/12). Nas aquisições realizadas junto a Essencialli Enxovais Ltda., no valor de R$ 7.317,00, os artigos escolhidos foram para o quarto do bebê, quarto do casal e banheiro. A pesquisa de preços juntada ao processo de execução da despesa inclui orçamentos de R. Gonçalves & Cia Ltda. (Lojão SOFAGRIL) e Kaline Dantas Pedrosa Gonçalves (SOFAGRIL Praia). 

PB Agora