BESSA GRILL
Início » Política » Agra demite Urquiza via twitter e depois diz que postagem foi de hacker

Agra demite Urquiza via twitter e depois diz que postagem foi de hacker

Agora fica no ar a dúvida se a postagem se tratou de um erro do prefeito que pode ter se confundido ao enviar a mensagem, ou se o prefeito realmente foi vitima de armação.

27/09/2012 07:19

Erro ou armação: Agra demite Urquiza via twitter e depois diz que postagem foi de hacker

Erro ou armação? Os seguidores do prefeito Luciano Agra (sem partido) foram surpreendidos na noite dessa quarta-feira (25) com uma postagem no twitter do gestor um tanto constrangedora – a solicitação da demissão do Secretário de Transparência da Prefeitura de João Pessoa, Alexandre Urquiza, alvo de sucessivos escândalos na mídia local.

Na postagem, Agra pede para Urquiza deixar o cargo na administraçãomunicipal: “Meu filho entregue mesmo o cargo antes que descubram o restante, Nonato acha que se as ações aparecerem será pior para todo mundo”, diz a postagem que após alguns minutos foi deletada. Logo em seguida Agra postou: “Fique em silêncio que saberemos lhe recompensar”.

Inicialmente todos pensaram que o gestor se confundiu e, em vez de enviar uma Mensagem Direta, em que o Secretário seria o único a ler, enviou uma postagem na time line do Secretário, onde todos os seguidores podem ver.

Minutos depois, o prefeito desmentiu, no próprio twitter a postagem que teria sido enviada para Urquiza explicando que foi vitima de uma invasão no seu twitter. Na postagem, Agra usa o mesmo twitter que foi utilizado para publicar a suposta demissão: “Comunico aos meus seguidores que invadiram minha conta. Não considerem tudo que foi veiculado indevidamente no meu nome no dia de hoje”.

Agora fica no ar a dúvida se a postagem se tratou de um erro do prefeito que pode ter se confundido ao enviar a mensagem, ou se o prefeito realmente foi vitima de armação.

Entenda

Só nessa semana a Prefeitura de João Pessoa ganhou os holofotes da mídia por se envolver em três grandes escándalos. O primeiro por ter utilizado a máquina para prometer benesses a agentes de saúde e supostamente coagir eleitores para aderir a campanha do PT.

Os outros dois envolvendo o Secretário da Transparencia Alexandre Urquiza, que teve a filha inscrita irregularmente no Programa Bolsa Familia e logo depois, esse mesmo Secretário, foi denunciado por ter empregado boa parte da familia na gestao municipal.

PB Agora