BESSA GRILL
Início » Destaque » Polícia Rodoviária Federal inicia ‘Operação Integrada Rodovida’

Polícia Rodoviária Federal inicia ‘Operação Integrada Rodovida’

Operação Integrada Rodovida da Polícia Rodoviária Federal começa nessa sexta-feira (12). O objetivo da ação é reforçar a segurança e as orientar os motoristas durante o período de festas.

14/12/2014 12:13

 

1411f5cf81201412120700131411f5cf8120141212070013O planejamento da operação leva em consideração estudos estatísticos para direcionar as ações de prevenção, fiscalização, socorro às vítimas de acidentes e as campanhas educativas, principalmente para os pontos mais perigosos. Na Paraíba, o trecho mais crítico se encontra entre os kms 20 e 30 da BR 230, trecho onde foram registrados 61 acidentes que resultaram em 66 feridos e seis mortos.

Segundo a PRF, a a colisão frontal é o tipo de acidente mais violento e, apesar de não acontecer em grande quantidade (representa apenas 3% do total de acidentes nas BRs), quando ocorre tem consequências gravíssimas (34% das mortes decorrem de colisões frontais).

Na Paraíba, as colisões frontais representaram 2,8% dos acidentes e foram responsáveis por 23,3% dos mortos. De agosto de 2013 a julho de 2014, a PRF atendeu 178.285 acidentes, com 26.794 feridos graves e 8.446 mortes. Desses, 6.940 acidentes foram do tipo colisão frontal, causando a morte de 2.788 pessoas e lesionando outras 4.627 gravemente. Neste mesmo período, só no estado da Paraíba, a PRF atendeu 4.042 acidentes, com 730 feridos graves e 176 mortos.

Desde novembro passado a fiscalização às ultrapassagens proibidas ganhou um reforço para coibir essa conduta, o endurecimento da legislação. O motorista que for flagrado ultrapassando em local proibido e pelo acostamento será multado em R$ 957,70 e quem for pego forçando a passagem, obrigando o outro veículo a frear ou desviar, pagará multa no valor de R$ 1.915,40. Lembrando que esses valores dobram para aqueles que forem flagrados novamente cometendo essas infrações em menos de 12 meses.

As motocicletas, motonetas e ciclomotores também serão alvo das fiscalizações. De agosto de 2013 a julho de 2014, foram registrados 31.563 acidentes com esse tipo de veículo, que resultaram em 2.146 mortes e 10.155 feridos graves. A região Nordeste concentrou a maioria das mortes em acidentes envolvendo motocicletas, 933, o que representa 56,5% do total do país. Na Paraíba, a PRF atendeu 1.215 acidentes envolvendo motocicletas, motonetas e ciclomotores. Acidestes que resultaram em 89 mortos e 446 feridos graves.

De 2003 até hoje a frota de motocicletas e motonetas aumentou 280% no país, passando de quase seis milhões para mais de 22 milhões.

Em todo o estado, as ações serão realizadas de forma integrada envolvendo a Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, SAMU, Secretaria de Saúde Estadual através dos hospitais de trauma, DETRAN/PB, DER, Polícia Civil e órgãos executivos de trânsito municipais, como por exemplo, a Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob).

 

www. reporteriedoferreira.com   Fonte: Assessoria