BESSA GRILL
Início » Policiais » Polícia registra cinco assassinatos e várias tentativas em menos de 12h.

Polícia registra cinco assassinatos e várias tentativas em menos de 12h.

31/08/2014 18:45

Plantão-Policial-320x200Câmeras de um prédio na rua São Gonçalo, no bairro de Manaíra, Zona Leste da Capital, registraram o assassinato de um homem na noite desta sexta-feira (29). A vítima foi alvejada com quatro disparos de arma de fogo.

Outras três pessoas foram assassinadas na Grande João Pessoa, entre a noite de sexta e a manhã deste sábado (30). Ninguém foi preso.

Testemunhas relataram no local que ouviram os disparos e viram a vítima caída ao chão. O momento do crime foi registrado por câmeras de um prédio residencial da área e a Polícia Militar informou que vai usar as imagens para identificar os acusados.

Outros casos

Mais crimes do mesmo tipo foram registrados em outros pontos da Grande João Pessoa. Pela manhã, uma pessoa foi apedrejada e morta no bairro do Cristo. Não há detalhes desse crime.

Na madrugada do sábado, em Lucena, na região metropolitana, um homem de 36 anos foi morto com seis tiros, em casa onde morava com um amigo. As causas e os autores do crime são desconhecidos.

À noite, em Mangabeira, na comunidade do Iraque, um jovem de 20 anos foi morto por dois homens não identificados. Segundo a PM, à vítima levou seis tiros, sendo a maioria na cabeça.

A PM informou que o local em que ocorreu o crime é conhecido como sendo um espaço de venda e consumo de drogas.

Quanto às tentativas de homicídio, foram identificadas duas na noite de sexta. No Cristo, um jovem de 20 anos foi esfaqueado, mas os motivos da ocorrência não foram esclarecidos. Ele foi socorrido pelo Samu para o Hospital de Trauma da Capital.

No Centro, um morador de rua teria sido esfaqueado pela companheira e também foi levado para o Hospital de Trauma.

O estado de saúde das duas vítimas não foi divulgado.

Homicídio na comunidade do Aratu em Mangabeira VIII

Homicídio na comunidade do Aratu em Mangabeira VIII

Local do Crime

 Na tarde desta sábado (30) jovem identificado como Gabriel Antônio de Paula, 17 anos,  residia na comunidade Iraque. Ele estava na comunidade Aratu, local conhecido pelo tráfico de drogas, quando dois homens se aproximaram a pé, falaram com a vítima uns instantes e falaram para ele correr, então atiraram.

No local impera a lei do silêncio a única informação passada foi que a vítima era de Pernambuco e morava em João Pessoa, há cerca de um ano.