BESSA GRILL
Início » Policiais » Polícia prende acusado de integrar quadrilha na Baía da Traição

Polícia prende acusado de integrar quadrilha na Baía da Traição

Além de arma, ele portava 30 trouxinhas de maconha e aproximadamente 30 gramas de pasta base de cocaína

29/01/2013 01:41

Policiais militares da 2ª Companhia de Polícia Militar Independente (2ª CPMI) prenderam, no final da manhã desta segunda-feira (28), um homem acusado de ser o autor da maioria dos roubos e arrombamentos a residências de veraneio na Baía de Tração – Litoral Norte do Estado. Reginaldo Andrade de Barros foi preso com um revólver calibre 32 sem numeração e sem munição.

Além de arma, ele portava 30 trouxinhas de maconha e aproximadamente 30 gramas de pasta base de cocaína. Conforme o comandante da 2ª CPMI, capitão Alberto Filho, várias vítimas já haviam afirmado a polícia que o acusado era responsável pelos delitos. “Muitos chegaram a ver o elemento pulando o muro das suas casas e a polícia já vinha monitorando a região em busca dele”, comentou Alberto Filho.

Segundo o capitão, também há indícios de que Reginaldo Andrade seja integrante de uma quadrilha que chefiaria o tráfico na região da Baía da Traição. O irmão dele (conhecido por Marquinhos), integrante do grupo, já havia sido preso na semana passada com dois revólveres e uma grande quantidade de maconha e crack. Um outro homem, apontado como um dos chefes da quadrilha está preso na Penitenciária de Segurança Máxima de Jacarapé, o PB1, em João Pessoa. “A principal atividade deles era o tráfico, mas Reginaldo Andrade estava aproveitando o período de veraneio na Baía da Traição para realizar os assaltos”, informou capitão Alberto Filho. O acusado foi encaminhado para Delegacia de Rio Tinto para realização dos procedimentos cabíveis.

Agnaldo Mota