BESSA GRILL
Início » Policiais » Polícia Militar cerca comunidade e detém dupla que atirou contra policiais da Rotam

Polícia Militar cerca comunidade e detém dupla que atirou contra policiais da Rotam

7/01/2013 09:07

A Polícia Militar prendeu um homem e apreendeu um adolescente que atiraram contra policiais que faziam rondas na Comunidade Nova República, no Bairro do Geisel, em João Pessoa. Sérgio de Amorim Bezerra, de 24 anos, e um adolescente, de 17, foram detidos em uma ação que envolveu 15 viaturas e sete motos da Rotam, que cercaram a comunidade e conseguiram localizaram os suspeitos nesse sábado (5).

Segundo a Polícia, um trio da Rotam fazia rondas na comunidade quando foi recebido a tiros. Os policiais responderam e houve tiroteio no local, onde os acusados conseguiram fugir em uma moto de cor preta. Um dos tiros por pouco não atingiu um policial e ficou alojado no banco da moto.

Várias viaturas que escutaram a ocorrência pelo rádio do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) foram ao local prestar apoio para localizar os suspeitos. Quinze viaturas, sendo duas delas do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), além de sete motos da Rotam vasculharam a área até localizar os suspeitos.

Sérgio Bezerra estava com escoriações no ombro e o adolescente com tiro na perna. Com eles foi encontrado um revólver com cinco munições deflagradas, que teriam sido as usadas contra os policiais.

Os dois foram levados para o hospital e, após serem atendidos, o maior foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios, no Varadouro, e o menor para a Delegacia da Infância e Juventude, no Centro. Eles foram autuados por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma.

Segunda ação no bairro – Na sexta-feira (4), policiais da Força Tática do 5º BPM prenderam um homem em flagrante acusado dupla tentativa de homicídio no Geisel. Francinaldo de Andrade Usulino, de 35 anos, foi preso com um revólver calibre 38 e quatro munições deflagradas. Os tiros não chegaram a atingir as vítimas, que foram juntamente com o acusado conduzidas para a Delegacia de Homicídios.

 

 

 

 

da Secom