BESSA GRILL
Início » Policiais » PM frusta explosão a banco; trio é preso na frente agência do BB em Caiçara

PM frusta explosão a banco; trio é preso na frente agência do BB em Caiçara

15/08/2014 09:50

10418274_711012575602267_5682160970790008082_n-300x300A Polícia Militar conseguiu prender na madrugada desta sexta-feira, 14, três homens que, segundo as primeiras informações se preparavam para explodir a agência do Banco do Brasil da cidade de Caiçara, no Brejo paraibano.Os três homens presos foram identificados como Carlos Doberto Cabral da Silva, natural do Rio Grande do Norte e os paulistas Eduardo Dias da Costa e Vivalcir Batista Leite.A prisão do trio aconteceu quando duas guarnições do Batalhão de Choque do 4º Batahão daPM de Guarabira realizavam rondas na região durante operação denominada de Madrugão. Em Caiçara, os policiais suspeitaram de um veículo Peujeot e resolveram abordar.No interior do veículo foram encontrados vários documentos falsos. No levantamento feito pela polícia, através do Infoseg, foi descoberto que o veículo é roubado e os três presos tem antecedentes, inclusive um deles é acusado de um assalto milionário na cidade de Fortaleza.

Os ocupantes se apresentaram como pessoas que estavam passando pela cidade com destino ao Rio Grande do Norte e ainda se apresentaram como nomes falsos. Mesmo assim foram levados para a Delegacia de Polícia, onde foram apresentados ao delegado Walter Brandão. Á polícia os presos revelaram que aguardavam outros integrantes do grupo para agirem contra a agência bancária.

Segundo o tenente coronel Valério, comandante do 4º BPM, o trio é apontado como integrantes de grupos envolvidos em explosão de bancos e são suspeitos de terem participado das últimas ações nas cidades de Dona Inês, Serraria e Natuba.

Conheça os antecedentes do trio:

Carlos Doberto Cabral da Silva é natural do Rio Grande do Norte (acusado de assalto à Banco na cidade de Fortaleza, CE de onde foi levado cerca de R$ 200 mil), Eduardo Dias da Costa, natural de São Paulo, e Vivalcir Batista Leite, também suspeitos de explosão a bancos.

Reporteriedoferreira.com – foto ilustrativa