BESSA GRILL
Início » Policiais » Mulheres sofrem tentativa de assalto em festa e dupla é presa acusada de roubar condomínio

Mulheres sofrem tentativa de assalto em festa e dupla é presa acusada de roubar condomínio

1/02/2013 02:20

15 mulheres sofrem tentativa de assalto em festa

Três homens fortemente armados tentaram assaltar pelo menos 15 mulheres que participavam de uma confraternização em uma casa em Praia Bela, no Litoral Sul do Estado, na tarde desta quinta-feira (31).

A proprietária da casa, Nádja Mangueira, relatou que as mulheres estavam saindo da residência por volta das 17h, quando foram abordadas pelos bandidos. As vítimas conseguiram fugir, utilizando seus veículos blindados, e acionaram a 3ª Companhia da Polícia Militar de Alhandra.

Ainda segundo Nádja Mangueira, os assaltantes fugiram rapidamente após perceberam a chegada da polícia. “Eles não entraram na casa, estávamos em dois carros blindados e fugimos quando fomos abordadas por eles”, informou.

A polícia suspeita que os criminosos participem de uma quadrilha que atua frequentemente no Litoral Sul. Além das 15 mulheres, ainda estavam na casa, dois motoristas, dois seguranças, o caseiro e a esposa. O caso está sendo acompanhado pela Delegacia do município de Pedras de Fogo.

Dupla é presa acusada de roubar condomínio

Policiais do 5º Batalhão da Polícia Militar (5º BPM) prederam dois homens em flagrante, na noite desta quinta-feira (31), acusados de arrombar e roubar o condomínio Juracy Palhano no Bairro dos Novaes, em João Pessoa.

Segundo o Coronel Lívio Delgado, do 5º BPM,  um dos bandidos é ex-presidiário e suspeito de participar de uma quadrilha vinda de Fortaleza.

Junto com os ladrões, foram apreendidos um notebook, uma câmera digital e joias, entre outros objetos.

As autoridades desconfiam de que os dois homens tenham arrombado cerca de 20 casas nos bairros de Mangabeira, Giesel e Bancários. Espera-se, que com a prisão, venham a tona mais casos de arrombamentos nas redondezas.

Menino morre após descarga elétrica em Pilar

Ian Gilvan de Sousa Paiva, de 10 anos, morreu na tarde desta quinta (31), após receber uma descarga elétrica através de uma bomba d’água em um açude, na Zona Rural de Pilar, a 55 km da Capital.

Populares informaram no local, que o menino foi para o açude, no Engenho Recreio, junto com um amigo recrutar o gado. Entretanto, não pecerbendo o equipamento, Ian se aproximou da bomba d’água e sofreu o choque.

A criança foi socorrida pelo pai, em uma motocicleta para o posto de saúde da cidade, porém, ao chegar no local, os atendentes constataram que Ian estava morto.