BESSA GRILL
Início » Policiais » Pelo menos sete pessoas foram assassinadas em 72 horas na Grande João Pessoa

Pelo menos sete pessoas foram assassinadas em 72 horas na Grande João Pessoa

9/12/2019 10:00

Sete mortes violentas foram registradas pela polícia entre a noite da última sexta-feira (6) e o início da manhã desta segunda-feira (9), na Grande João Pessoa.

Sexta-feira (6) – O primeiro crime foi registrado pela polícia em Santa Rita, durante a noite, próximo ao cemitério da cidade. Fabrício Ferreira da Silva, 18 anos, foi perseguido por uma dupla e atingido por tiros, segundo as investigações.

Sábado (7) – Na madrugada, o crime aconteceu na PB-008, no bairro do Muçumagro, por volta de 1h30. A vítima ainda sem identificação foi socorrida por policiais militares que acionaram o Serviços de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que atestou o óbito causado por sete tiros na cabeça, no ombro e na perna.

No bairro do Bessa, um empresário foi morto com um tiro, por volta de 8h. Conforme as investigações, Uranildo Cunha comemorava o aniversário de 59 anos com a família quando foi abordado por dois homens. O homem foi baleado no peito ao reagir a um assalto, segundo testemunhas. A polícia investiga a hipótese da simulação de um roubo.

Um homem foi encontrado morto no Centro de João Pessoa. Segundo a delegada Vanderleia Gadi, a suspeita é de que o crime tenha acontecido por volta das 17h.  Conforme a Polícia Civil, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e, a princípio, a equipe suspeitou que a vítima tivesse sofrido um infarto. Entretanto, após perícia, foi identificada uma facada no abdômen do homem que sofreu uma hemorragia interna. Não há informações sobre suspeitos e o caso segue sob investigação.

Domingo (8) – Um jovem de 22 anos foi morto a tiros e facadas, no bairro Alto das Populares, em Santa Rita. O crime aconteceu na Rua Campos Sales por volta das 08h30. De acordo com a polícia, Bruno de Oliveira Batista estava na casa da sogra, quando dois homens invadiram a residência e o assassinaram. motivação do crime não foi revelada. O homicídio vai ser investigado pela Polícia Civil.

Nas primeiras horas desta segunda-feira (9), a Polícia confirmou duas mortes nas cidades de Santa Rita e Bayeux. Um jovem de 27 anos foi encontrado morto na Escadaria do Onze, no bairro Alto das Populares, por volta de 2h. Irenaldo de Albuquerque Silva não tinha passagem pela polícia, conforme as investigações. Em Bayeux, Nilton César da Silva Batista foi encontrado durante a madrugada com três ferimentos provocados por tiros.

Entre os suspeitos dos crimes investigados, apenas um homem foi preso suspeito do homicídio ocorrido na manhã desse domingo (8), na cidade de Santa Rita. A prisão aconteceu por volta das 13h20 no bairro Alto das Populares, mesma localidade do crime. “O suspeito tem 36 anos de idade, possui uma vasta ficha criminal, respondendo na Justiça pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, violência doméstica, e já tinha sido preso há cerca de 15 dias pelo crime de embriaguez ao volante”, explicou a aspirante Karina Rodrigues, que coordenou as ações. Ele foi apresentado à Delegacia de Homicídios, em João Pessoa, onde aguarda audiência de custódia.

www.reporteriedoferreira.com.br