BESSA GRILL
Início » Policiais » Operação Fim de Ano; 2º BPM prende seis por assaltos em CG

Operação Fim de Ano; 2º BPM prende seis por assaltos em CG

Seis suspeitos de assaltos foram detidos e duas armas apreendidas, somente neste sábado

30/12/2013 04:16

Seis suspeitos de assaltos foram detidos e duas armas apreendidas, somente nesse sábado (28), na cidade de Campina Grande. As ações fazem parte da operação Reveillon, onde o 2º Batalhão, sob o comando do tenente-coronel Souza Neto, reforçou o policiamento contra os crimes de roubos e contra a vida no município.

Em uma das rondas, por volta das 13h, os policiais do serviço de rádio patrulhamento interceptaram um veículo com placas do Estado de Pernambuco, que estava sendo conduzido por Naudivânio Ferreira da Silva, de 29 anos, foragido do presídio de Igarassú, no Estado vizinho.

O carro, com registro de roubo, estava todo blindado e no momento da prisão o acusado apresentou por duas vezes nomes falsos com documentos de terceiros e a foto dele.

Ainda na mesma tarde, no bairro do José Pinheiro, a viatura da força tática fazia rondas quando flagrou uma dupla, em uma moto, roubando uma estudante de 13 anos e uma operadora de caixa de 18, que estavam no ponto de ônibus. Lany Geffson Pereira de Amorim, de 21 anos, e Everton Moura Abrantes, de 20, foram presos e com eles foi apreendido um revólver calibre 32, usado para ameaçar as vítimas.

As ações deste sábado apreenderam ainda dois adolescentes, no bairro do Pedregal, com uma espingarda calibre 12 e uma moto roubada. Eles foram abordados pela viatura da Unidade de Polícia Solidária local, que constatou os objetos ilícitos que estavam em poder dos dois.
O sexto suspeito detido, somente neste sábado, é Josivaldo Martins da Silva, de 23 anos, que foi abordado próximo ao hospital Pedro I e com ele recuperada uma moto roubada. O acusado é apontado como autor de vários assaltos no bairro José Pinheiro.

souza netoO Comandante do 2º Batalhão, tenente-coronel Souza Neto, adiantou que as ações vão continuar e que a polícia fará sua parte em retirar de circulação essas pessoas acusadas de crimes para apresentá-las a justiça.

“As rondas e abordagens serão intensificadas porque foi com esse trabalho que o 2º Batalhão chegou ao fim do ano como a unidade operacional que mais apreendeu armas neste Estado, batendo recordes de apreensão, graças ao empenhou da tropa em cumprir aquilo que planejamos para manter a ordem na cidade e retirar do convívio das pessoas esses suspeitos de crimes, deixando que a justiça julgue se é interessante ou não essas pessoas serem soltas”, lembrou Souza Neto.

Da Redação