BESSA GRILL
Início » Policiais » Homem sofre sequestro-relâmpago e é amarrado dentro de carro na PB

Homem sofre sequestro-relâmpago e é amarrado dentro de carro na PB

Funcionário de empresa de segurança foi encontrado amarrado pela polícia. Trio armado levou cheques e documentos quando ele chegava em banco.

5/12/2012 14:49

Mais um caso de sequestro-relâmpago foi registrado no fim da tarde de terça-feira (4) em Campina Grande. Um funcionário de uma empresa de segurança entrava em um banco no Centro da cidade, quando foi rendido por homens armados. Segundo a polícia, ele foi amarrado e levado como refém no banco traseiro de um Chevrolet Celta de cor preta.

Horas depois, na noite do mesmo dia, a cavalaria do 2º Batalhão da Polícia Militar percebeu o veículo abandonado no Distrito Industrial da cidade e libertou a vítima de 30 anos.

De acordo com o relato do homem à polícia, três pessoas armadas se aproximaram dele com uma arma, quando ele chegava em um banco na rua Quebra Quilos, com um malote contendo vários cheques e documentos. O material roubado pertencia à empresa de transporte de valores. Segundo a Polícia Militar, rondas foram realizadas mas nenhum suspeito foi detido.

Últimos casos
Três homens foram presos e dois adolescentes detidos no dia 30 de novembro, em Campina Grande, suspeitos de praticar roubos e sequestros-relâmpago nas últimas semanas na região do Agreste paraibano. De acordo com o delegado Henry Fábio, eles seriam apontados como responsáveis por todas as últimas ações do gênero e ainda invasões a residências e contra uma agência bancária.

Uma comerciante de 45 anos foi vítima de um sequestro-relâmpago na noite do dia 25 de novembro, em Campina Grande. Segundo a Central de Operações da Polícia Militar (Copom), a vítima passou mais de cinco horas refém dos criminosos. A mulher foi abordada às margens do Açude Velho, no Centro da cidade, e libertada apenas na madrugada de segunda-feira (26), na avenida Manoel Tavares, no bairro do Alto Branco. Os homens fugiram com o dinheiro e o veículo da comerciante.

Um professor de 34 anos foi espancado durante um sequestro-relâmpago em Campina Grande na noite do dia 21 de novembro. O médico que atendeu o professor no Hospital de Trauma da cidade explicou que o paciente sofreu fraturas na face. Os criminosos fugiram levando o carro da vítima.

G1