BESSA GRILL
Início » Policiais » Assassino narra homicídio pelo telefone para preso

Assassino narra homicídio pelo telefone para preso

Nas gravações telefônicas, suspeito conta todos os detalhes do assasinato

13/12/2012 03:17

No desfecho da Operação Abadir, que interceptou as gravações telefônicas,na madrugada desta quinta-feira (12), flagraram um homem, conhecido por Novato, que foi designado a realizar execuções para um grupo de assassinos, narrando um homicídio para o suspeito de encomendar o crime de dentro de um presídio da cidade de João Pessoa.

A polícia encontrou no dia 30 de novembro, após a gravação da ligação, um adolescente de 17 anos morto, vítima de tiros e facadas, no município de Cabedelo. No áudio, Novato fala que está dando facadas no jovem para o preso.

De acordo com informações do delegado do Grupo de Operação especiais (GOE) da Polícia Civil, Cristiano Jacques de Lima, a Operação Abadir prendeu dez pessoas suspeitas de integrar um grupo de tráfico e execuções, e essas prisões tiveram que ser antecipadas para evitar novos assassinatos. “O grupo já matou cinco e outras sete estavam na lista do grupo para serem mortas”, comentou Cristiano.

Ainda segundo o delgado da GOE, a transferência dos chefes do grupo foi solicitada, e tudo indica que eles irão para presídios federais. E ele acredita na diminuição da violência e homicídio em Cabedelo após essas prisões.O grupo vai responder pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e homicídio. Nos últimos cinco meses o GOE efetuou 100 prisões na Paraíba.

Da Redação