BESSA GRILL
Início » Policiais » Advogado da vítima Myriam Gadelha pede prisão preventiva do prefeito Fábio Tyrone por espancamento

Advogado da vítima Myriam Gadelha pede prisão preventiva do prefeito Fábio Tyrone por espancamento

18/12/2018 12:11

A defesa da advogada Myriam Pires Benevides Gadelha entrou junto ao Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) com um pedido de prisão preventiva contra o prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, tendo como fundamento a Lei Maria da Penha, por conta das agressões efetuadas pelo gestor contra a jovem.

“Demos entrada no TJPB, que enviou para a vara de Violência Doméstica, afastando o foro privilegiado do prefeito no caso, uma vez que ele não agiu no uso de suas atribuições de prefeito para a prática do crime”, disse o advogado  Gustavo Botto, do escritório de Rinaldo Mouzalas, Borba & Azevedo, responsável pela defesa de Myriam.

Segundo o advogado, não há previsão de prazo para a apreciação do pedido de prisão do prefeito. A informação é de que a notícia crime já está nas mãos do desembargador Carlos Beltrão, que pode proferir decisão a qualquer momento.

O caso

O prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, foi denunciado por agressão contra a ex-namorada, a advogada Myriam Pires Benevides Gadelha. Por causa disso, ela deu entrada em um pedido de medida protetiva de urgência contra ele, no que foi atendida pelo desembargador Ricardo Vital de Almeida. Fotos da vítima ferida e postagens de solidariedade viralizaram nas redes sociais na noite do dia 8.

No pedido encaminhado ao Tribunal de Justiça, Myriam conta que manteve um relacionamento com Fábio por quatro meses, período em que ele teria se mostrado “ciumento, possessivo e controlador”.

Em seu relato, a advogada conta que foi agredida no dia 17 de novembro quando o casal estava em viagem a São Paulo. Por ciúmes, Fábio teria lhe empurrado e tentado lhe agredir na região do pescoço.

A situação de violência piorou, contudo, segundo ela, no último dia 6 de dezembro, quando ambos foram a uma festa. Fábio reclamou, no trajeto da volta do evento, que a namorada teria bebido demais e conversado com muitas pessoas. Ao chegar na casa de Myriam, a discussão havia piorado e ela conta que o prefeito lhe agrediu verbalmente, desferiu tapas em seu rosto, além de tê-la empurrado ao chão e passado a dar chutes na vítima.

O documento acrescenta que o prefeito de Sousa já responde a processo por violência praticada contra a ex-esposa e diz ainda que um irmão dele teria ameaçado-a e dito que “a situação iria se complicar”.

O desembargador acatou o pedido da advogada e determinou que Fábio não se comunique com ela sequer pelas redes sociais.

Confissão

Em entrevista, o prefeito Fábio Tyrone admitiu as agressões contra a advogada, mas alegou legítima defesa.  Ele disse que foi instado por ela a cometer a agressão.