BESSA GRILL
Início » Policiais » Acusado de atirar em PRFs é morto durante confronto com a polícia nesta quinta-feira

Acusado de atirar em PRFs é morto durante confronto com a polícia nesta quinta-feira

25/10/2018 16:23
 

Uma ação realizada na manhã desta quinta-feira (25), com objetivo de capturar o suspeito de atirar nos policiais rodoviários federais, no final da tarde de ontem, terminou em confronto e o suspeito foi morto, nas proximidades de Mamanguape. A informação é da assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Foi uma ação conjunta da PRF, Polícia Militar e Polícia Civil, onde foi utilizada a aeronave da PRF, que fez o acompanhamento aéreo.

A ação aconteceu nas proximidades do KM-18, 20 km após o posto de Mamanguape, indo em direção a Natal, na região de Imbiribeira e o Rio Camaratuba.

O suspeito passou à noite em fuga pela mata e na fuga tomou um veículo de assalto na BR, onde foi avistado pela PRF, que fez o acompanhamento tático. O suspeito deixou a BR e entrou numa estrada vicinal, onde abandonou o veículo e entrou na mata novamente.

Durante a perseguição ele atirou contra os policiais e, na troca de tiro, ele acabou sendo morto.

O superintendente da PRF na Paraíba vai dar uma coletiva no final da manhã desta quinta-feira, na sede da PRF, onde vai explicar tudo o que aconteceu, uma vez que ele comandou toda a operação no próprio local.

Três policiais rodov

iários federais ficaram feridos durante tiroteio no final da tarde desta quarta-feira (24) em frente posto da PRF em Mamanguape. Um policial foi ferido de raspão na cabeça e os outros dois foram atingidos no braço e no abdômem. Os policiais feridos foram Augusto, Heitz e Strop. Eles foram socorridos para o Hospital de Mamanguape.

O serviço de inteligência da Polícia Militar havia informado sobre um veículo que passaria no posto e pediu aos policiais rodoviários que abordassem o veículo, onde estaria uma pessoa, José Santos Aquino, conhecido como “Paraíba”, suspeito de participação na morte de um policial militar paraibano. Na hora da abordagem José Santos Aquino reagiu e atirou contra os policiais.

Um deles foi preso e outro fugiu, entrando na mata, mas foi cercado pela polícia, que contou com apoio da Polícia Civil e Polícia Militar.

Os PRFs Augusto e Strop foram transferidos para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa na noite de ontem. Augusto foi atingido no braço e a suspeita é de que tinha fraturado o braço. Strop, segundo a PRF, teria sido atingido na região da pélvis. Os dois passariam por avaliações para saber se precisam passar por cirurgia.

Troca de tiros no Posto da PRF de Mamanguape; Policiais são baleados 

 

Três policiais rodoviários federais ficaram feridos durante tiroteio no final da tarde desta quarta-feira (24) em frente posto da PRF em Mamanguape. Um policial foi ferido de raspão na cabeça e os outros dois foram atingidos no braço e no abdômem. Os policiais feridos foram Augusto, Heitz e Strop. Eles foram socorridos para o Hospital de Mamanguape.

O serviço de inteligência da Polícia Militar havia informado sobre um veículo que passaria no posto e pediu aos policiais rodoviários que abordassem o veículo, onde estaria uma pessoa, José Santos Aquino, conhecido como “Paraíba”, suspeito de participação na morte de um policial militar paraibano. Na hora da abordagem José Santos Aquino reagiu e atirou contra os policiais.

Os PRFs Augusto e Strop estavam sendo transferidos para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Augusto foi atingido no braço e a suspeita é de que tenha fraturado o braço. Strop, segundo a PRF, teria sido atingido na região da pélvis. Os dois serão avaliados para saber se precisam passar por cirurgia.

 

Um deles foi preso e outro fugiu, entrando na mata, mas estaria cercados pela polícia, que conta com apoio da Polícia Civil e Polícia Militar.