BESSA GRILL
Início » Esportes » Treze vence de 1 a 0 o Botafogo, em João Pessoa, e segue favorito na reta final

Treze vence de 1 a 0 o Botafogo, em João Pessoa, e segue favorito na reta final

28/05/2013 08:35

Na noite desta segunda-feira, 27, o Botafogo recebeu o Treze no Estádio Almeidão, em João Pessoa, às 20:30. A partida foi o quinto “Clássico Tradição” neste ano e marcou o início da rodada da final do Campeonato Paraibano 2013. Em uma partida disputada, o Galo da Borborema venceu o Belo de 1 a 0, com gol de Birungueta, e abriu vantagem para a próxima partida da final.

O jogo começou bem movimentado, os jogadores buscaram a vitória com passes bem estudados. Mas o Treze estava recuado, esperando o adversário atacar primeiro. O Bota dominou o meio de campo e precisava apenas melhorar o passe final para abrir o placar.

O primeiro tempo seguiu com o Treze tentando trocar passes e manter a posse de bola, mas o Botafogo marcou em cima e roubou muitas bolas. Aos 33 minutos, Warley tentou a jogada de ataque para o Botafogo e foi derrubado, próximo ao bico da grande área pela direita.

Aos 16 minutos, Evandro Russo, do Galo, acertou uma bomba de frente para o gol e forçou o goleiroGenivaldo a fazer uma boa defesa. 5 minutos depois, o mesmo jogador recebeu cartão amarelo. Aos 38 minutos, o Treze melhorou na partida e chegou com mais volume à área do Botafogo, com tentativas perigosas de gol.

Aos 41 minutos, o Bota finalmente chegou perto do goleiro do Galo que conseguiu defender com as pontas dos dedos a bola do jogador Ferreira. No primeiro tempo, o Botafogo foi mais incisivo, com mais passe de bola, pois precisava reverter a vantagem que o Treze adquiriu no desenrolar do Campeonato. Então, o Belo buscou fazer o gol o tempo todo. Já o Treze veio com a mesma tática da última partida contra a Raposa nas semifinais, visando sair no contra-ataque e explorando as falhas do Bota.

Na volta do intervalo, Wanderley entrou no lugar de Thiaguinho, no time do Botafogo. E, no Treze, Evandro Russo e Thiago Chulapa saíram para a entrada de Birungueta e Thiago Sousa que deram mais velocidade para o Galo da Borborema em um jogo com ritmo menos acirrado.

Aos 12 minutos, Marcelo Vilar tirou Fábio Neves para Zabotto entrar. Mas a situação se reverteu, o Treze esteve melhor do que o Bota que ficou preso ao contra-ataque no segundo tempo. O técnico Vica realizou a última substituição, aos 18 minutos, ao tirar Daniel Costa para colocar Téssio.

Hérculos, do Belo, levou cartão amarelo aos 20 minutos do segundo tempo. O Bota continuou perdendo o ritmo de jogo com o qual chegou ao começo da partida. Até que o Treze abriu o marcador do jogo, aos 26 minutos do segundo tempo, com gol de Birungueta; 1 a 0 para o Galo da Borborema.

Em resposta, Gil Bala entrou, no time do Belo, para o tudo ou nada, aos 30 minutos. O jogador movimentou mais a bola, e a partida acabou, após 4 minutos de acréscimo, em clima disputado. Porém o Bota não conseguiu empatar.

Na próxima quinta-feira, 30, Botafogo e Treze fazem o jogo de volta decisivo no Estádio Amigão. A partida está marcada para às 17h.

Ficha Técnica:

Local: Almeidão.

Horário: 20:30.

Árbitro: José Renato Soares.

Escalações:

Botafogo: Genivaldo, Ferreira, Willian Thuran, André Lima, Zaguel, Celico, Hércules, Fábio Neves, Warley, Doda, Thiaguinho. Técnico: Marcelo Vilar.

Treze: Beto, David Modesto, Ênio, Sandoval, Charles Wagner, Ramon Zanardi, Evandro Russo, Sapé, Thiago Chulapa, Daniel Costa, Kauê. Técnico: Vica.

Wscom