BESSA GRILL
Início » Notícias » Três homens estariam envolvidos na execuçao de radialista, revela delegado

Três homens estariam envolvidos na execuçao de radialista, revela delegado

Radialista foi executado com três tiros nas costas e um na cabeça.

27/02/2015 21:01

 

20150228020110A Polícia Civil já iniciou as investigações sobre o assassinato do radialista Ivanildo Viana, da Líder FM, ocorrida no início da tarde desta sexta-feira (27), na BR-101, na Grande João Pessoa. De acordo com o delegado Reinaldo Nóbrega, três homens estariam envolvidos na execução do profissional de imprensa.

O delegado afirmou, em entrevista ao programa Rota da Notícia, da TV Arapuan, que Ivanildo foi executado pelo carona de uma motocicleta vermelha, que o seguia. Ele acertou a vítima com três tiros nas costas. Quando o radialista já estava no chão, agonizando, o acusado se aproximou e atirou na cabeça de Ivanildo Viana.

Após o crime, uma terceira pessoa teria aparecido no local e mudado a posição da motocicleta da vítima, na tentativa de prejudicar o trabalho dos peritos do Instituto de Polícia Científica (IPC). A Polícia também acredita que a ação criminosa teve o apoio de outros homens, que estavam em um veículo de cor branca.

Governo lamenta assassinato de radialista e promete empenho para prender acusados

Ivanildo Viana foi executado no início da tarde desta sexta-feira (27).

Ivanildo Viana era conhecido e respeitado na imprensa paraibana (Crédito: Arquivo pessoal)

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Comunicação Institucional (Secom-PB) encaminhou nota à imprensa lamentando a morte do radialista Ivanildo Viana, da Rádio Líder 105 FM. O profissional da imprensa paraibana foiassassinado no início da tarde desta sexta-feira (27), na BR-101, ao retornar de Santa Rita, onde trabalha, para João Pessoa.

No texto da nota, a Secom-PB lamenta a maneira “brutal e covarde” como ocorreu o assassinato de Ivanildo Viana. “Nos solidarizamos com a família, colocando-nos à disposição, reiteramos a garantia do empenho das forças de segurança do Estado em solucionar com a maior brevidade possível o caso, colocando nas mãos da Justiça para efeitos de cumprimento rigoroso da lei os responsáveis por essa barbaridade”, diz trecho da nota.

Confira o documento na íntegra:

Nota de Pesar

Em nome do Governo do Estado da Paraíba, a Secretaria de Estado da Comunicação Institucional vem a público lamentar a maneira brutal e covarde pela qual foi assassinado nesta sexta-feira (27) o radialista Ivanildo Viana, experiente e respeitado militante da imprensa paraibana.

Radialista foi assassinado na BR-101 por uma dupla em uma moto (Crédito: Reprodução / WhatsApp)

Ao mesmo tempo em que nos solidarizamos com a família, colocando-nos à disposição, reiteramos a garantia do empenho das forças de segurança do Estado em solucionar com a maior brevidade possível o caso, colocando nas mãos da Justiça para efeitos de cumprimento rigoroso da lei os responsáveis por essa barbaridade.

O secretário de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, que esteve no local do crime, já recomendou ao superintendente da Polícia Civil da Região Metropolitana de João Pessoa atenção especial para o ocorrido no desejo de identificação dos criminosos.

O radialista Ivanildo Viana desempenhava suas funções jornalísticas com responsabilidade e desfrutava de imenso respeito da categoria. Sua morte é uma perda para o radialismo paraibano e, especialmente, para todos aqueles mais carentes que se sentiam defendidos e ajudados por sua atuação solidária. Sua atuação não será esquecida.

Que Deus conforte toda a família neste momento de dor e possa recebê-lo em seus braços dando-lhe o lugar merecido ao Seu lado.

Secretaria de Estado da Comunicação Institucional

www.reporteriedoferreira.com